Olá,

Visitante

Melhoria da Cobertura Vacinal da Pentavalente e Vip no Município de Nova Soure

Categoria não especificada

Este trabalho tem como objetivo discutir elementos utilizados focando na temática de imunização para o aumento da cobertura vacinal dos imunos PENTA e VIP onde foram aplicados na prática diária dos profissionais da gestão envolvidos com a temática. A análise dessas experiências ofereceu embasamento para reflexão sobre o desenvolvimento científico e tecnológico na área de vacinas, bem como sobre o papel das lideranças e modelos institucionais adotados até o presente, sugerindo-se a necessidade de formação de estratégias fortalecidas com o binômio de população e equipe com o objetivo de desenvolvimento e fortalecimento da saúde preventiva.

Com o programa de indicadores do Previne Brasil e do PQAVS teve-se a necessidade de intensificar as estratégias para alcançarmos a melhoria da cobertura vacinal que encontrava- se no município de maneira geral e mais especificamente para os imunos VIP e PENTA. Através da intensificação de visitas nas unidades para atividades de Supervisão foram diagnosticados os problemas que por vezes acontecia de maneira geral ou em unidades isoladas, sendo esses os mais frequentes: falta de lançamentos dos imunos em tempo oportuno nos sistemas de informação, desconhecimento do público alvo para vacinação assim como o não acompanhamento do cumprimento do calendário vacinal e realização de busca ativa dos faltosos. Realização de pedidos de imunos em número insuficiente para atendimento ao público; desconhecimento da temática pelos agentes comunitários de saúde e de profissionais da enfermagem assim como a resistência de trabalhar em salas de vacinação.

Organização do processo de trabalho: Conhecimento do publico alvo; Realização de pedido de imunos a Rede de frios suficiente para atender a necessidade do publico; organização de rotina de aplicação de imunos; realização de processo burocrático de sistema de informação da maneira correta; Fortalecimento do programa de puericultura para acompanhamento do publico assim como as ações de imunização; Educação permanente para o público de enfermagem e acs para conhecimento da temática e assim acompanhar no processo de adesão e realizar busca ativa dos faltosos; Fortalecimento de supervisão em loco nas unidades de saúde para verificação do cumprimento das rotinas e fluxos estabelecidos pela coordenação Estabelecimento de dia d do bolsa família com o objetivo de realizar busca ativa dos faltosos e assim desenvolvimento de ações de aplicação dos imunos; Realização de ações de imunização nas escolas no programa PSE com os pais e ou responsáveis para as escolas com o publico de creche e pré escola assim como verificação da situação vacinal e encaminhamento para vacinação dos necessários; Instalação de PEC nas unidades de saúde e informatização de salas de vacina; Melhora da integração entre coordenação da atenção básica e vigilância epidemiológica.

Tendo em vista todo o processo de trabalho e reflexão do ponto de partida do problema pode-se refletir que se faz necessário fortalecer as parcerias municipais e principalmente entre população e equipe para alcance das estratégias de saúde.

Principal

Marilia Gabriela de Jesus Carvalho

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Caminhos estratégicos da APS frente a cobertura vacinal no município de Bernardino Batista
Paraíba
Práticas
Ampliando leque da rede: fortalecimento dos vínculos entre equipes e escola.
Paraíba
Práticas
Relato de experiência: humanização na atenção ao usuário no pronto atendimento de Pilar (PB))
Paraíba
Práticas
Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência
Paraíba
Práticas
Paciente protagonista de sua terapia: o cuidado farmacêutico com pacientes atendidos no CAPS de Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Atenção e cuidado ao paciente portador de feridas no SUS em Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Quando a saúde vai além dos muros das UBS
Rio de Janeiro