Olá,

Visitante

Implantação do Serviço de Atenção Domiciliar em Um Município do Alto Sertão Paraibano

Trata-se de um relato de experiência acerca da implementação e atuação do SAD no município de São José de Piranhas, no alto sertão paraibano por meio de uma Equipe Multiprofissional de Saúde Domiciliar (EMAD). O serviço foi iniciado em dezembro de 2019 através da habilitação de uma equipe EMAD II com uma equipe composta por médico (1), enfermeira (1), fisioterapeuta (2), técnicos de enfermagem (4), e uma EMAP com apoio da nutrição e serviço social, que atendem semanalmente uma demanda proveniente do Hospital Municipal, da Unidade Covid-19 local e, principalmente, das doze Unidades Básicas de Saúde, perfazendo uma cobertura populacional estimada em 20.406 habitantes. Após habilitação e formação da EMAD, em fevereiro de 2020 iniciou-se a construção de fluxos e a capacitação, através de cursos presenciais, para a equipe de atendimento domiciliar. Nesse processo de formação, o início da pandemia do Covid-19 foi um fator limitante na implementação em decorrência das altas taxas de transmissibilidade e morbidades que a enfermidade rapidamente assolou o mundo. No contexto pandêmico a atuação da equipe acontecia de forma reduzida e em conformidade com o boletim epidemiológico local, preservando a segurança da equipe e usuários. Nesse período, os atendimentos eram reduzidos por dois aspectos: pela necessidade do distanciamento social e pela dificuldade do repasse na RAS de fluxos e critérios de elegibilidade para o atendimento, visto que o combate ao Corona vírus era prioritário. A construção de uma ficha de solicitação para o SAD, contendo a história clínica e as demandas dos usuários facilitou a comunicação com as unidades solicitantes. Com o surgimento e avanço da vacinação, os atendimentos ampliaram-se e a continuidade do cuidado foi sendo mantida. De outubro de 2021 a março de 2022, realizou-se 550 atendimentos, prevalecendo o acompanhamento de pacientes em cuidados paliativos, com necessidade de oxigênioterapia permanente, reabilitação respiratória após Síndrome Respiratória Aguda Grave

O Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) constitui uma modalidade recente de atenção à saúde, complementar às já existentes e caracterizada pelo cuidado sistemático de prevenção, promoção, tratamento e reabilitação prestados em domicílio. Assim, o Programa Melhor em Casa, desde 2011 tem expandido sua cobertura e ampliado seu escopo de atuação em domicílio. O município de São José de Piranhas, no alto sertão paraibano, foi contemplado com o programa em 2019 após atender os critérios de habilitação: população igual ou superior a 20.000 habitantes, cobertura por SAMU e unidade hospitalar para referência.

Para subsidiar gestores locais que desejem ampliar a rede de saúde implementando um serviço inovador de atendimento domiciliar. A nossa estratégia iniciou na vigência e auge da infecção pelo coronavírus, então, alguns processos foram interrompidos e retardados. Mas vemos a necessidade constante de enfatizar e sistematizar o fluxo de atendimentos com melhor articulação das unidades que compõe a rede, principalmente mas questões de referenciamento, elaboração do parecer, contrarreferência.

Principal

Teógenes de Oliveira

teogenesoliveira@gmail.com

A prática foi aplicada em

São José de Piranhas

Paraíba

Nordeste

Instituição

Rua Inacio Lira

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Teógenes de Oliveira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Os caminhos para alcançar os indicadores de desempenho do Previne Brasil pelo município de Bom Jesus (PB)
Paraíba
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
Humanização na prática do cateterismo vesical de demora na atenção básica.
Paraíba
Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba