Olá,

Visitante

Ideação suicida e tentativas de suicídio: uma análise de casos do SAMU 192 no interior do estado do RJ.

Em todo o mundo, em 2015, a taxa de suicídio padronizada por idade era de 12 por 100.000 indivíduos [ 1 ]. Houve mais de 800.000 mortes por automutilação e entre aproximadamente 250 causas de morte, o suicídio foi a 14ª principal causa de mortalidade global. Os métodos mais comuns usados incluem ingestão de pesticidas, enforcamento e armas de fogo [ 2 ]. China e Índia foram responsáveis por aproximadamente 50% de todos os suicídios [ 1 ]. Com base em pesquisas comunitárias em 21 países, a prevalência em 12 meses de tentativas de suicídio não fatais é de aproximadamente 0,3 a 0,4% [ 3 ], e a prevalência ao longo da vida é de 3% [ 4 ]. Nos Estados Unidos, em 2015, 1,4 milhão de adultos tentaram o suicídio, o que representou uma prevalência de 0,6% [ 5 ]. As tentativas de suicídio são muito mais comuns do que as mortes por suicídio. A OMS conduziu pesquisas comunitárias em 21 países e descobriu que a prevalência de ideação suicida (pensamentos) foi de aproximadamente 2% [ 3 ] e que a prevalência ao longo da vida foi de 9% [ 4 ]. Pesquisas comunitárias em 21 países estimam que a prevalência de ideação (pensamentos) suicida é maior em mulheres do que em homens (2,2% a 2,4% versus 1,6% a 1,7%). O Brasil é o oitavo país em número absoluto de suicídio, com cerca de 11 mil casos por ano, além do alto índice de ideação suicida durante algum momento da vida presente, em 17% da pop. nacional. A estimativa é de 32 mortes por dia, ou seja, a cada 45 min. uma pessoa tira a própria vida [8].

Após a identificação de 9% de atendimentos psiquiátricos no SAMU 192 da região do Médio Paraíba/RJ, sendo verificado 284 casos de tentativas de suicídio, urgiu a necessidade de analisar retrospectivamente os casos de ideação suicida e tentativa de suicídio e a correlação entre o tempo resposta, tempo de atendimento no local e tempo total de remoção, de um SAMU do Estado do RJ, no período de Jan/23 a Dez/23. O estudo procurou identificar os casos por cidade da Região do Médio Paraíba/RJ.

Durante o ano de 2023, a Central de Regulação de Urgências do Médio Paraíba/RJ, recebeu 156.636 ligações, sendo 51.096 ocorrências no ano de 2023, sendo 72% de atendimentos clínicos, 2% neonato e pediátrico, 2% obstétrico, 9% psiquiátrico e 15% trauma. Identificado 284 casos (0,55% do total de ocorrências) de tentativas de suicídio. As tentativas de suicídio foram mais frequentes no sexo feminino (182 versus 103, sendo 15 não informados), sendo segunda-feira o dia com maior atendimento psiquiátrico, e o horário de maior chamado foi em torno das 14h. Identificado um maior tempo resposta (28:01) para os pacientes psiquiátricos em relação aos demais tipos de chamados (clínicos, obstétricos, pediatria, neonato, trauma). Nota-se que o paciente psiquiátrico tem um maior tempo médio de permanência no local (19:18) em relação aos demais tipos de chamados. O atendimento psiquiátrico ficou em segundo lugar, em relação ao tempo total da remoção quando avaliado o tipo de chamado. Verificou-se que Volta Redonda teve o maior número de ocorrências psiquiátricas relacionadas a tentativa de suicídio e/ou suicídio, porém quando comparado proporcionalmente ao número de ocorrências do município, Rio das Flores teve o maior resultado.

Observou-se que os atendimentos psiquiátricos, apesar de ser uma prioridade do atendimento pré-hospitalar, apresentaram o maior tempo resposta quando comparado com os demais tipos de chamado, além de ter o maior tempo médio de permanência na ocorrência. Contudo, acreditamos que este estudo contribuirá para ampliar a avaliação epidemiológica das tentativas de suicídio e/ou suicídios na Região do Médio Paraíba/RJ, além de apontar a necessidade de ampliação de capacitações e protocolos específicos para as doenças mentais, além de propor a criação de um serviço de atendimento psicológico de urgência, visando a utilização via tridigito 192 para a população e até mesmo para as equipes do SAMU.

Principal

Rodrigo Lages Dias

secretariaexecutiva@cismepa.org

Secretário Executivo

Coautores

Rodrigo Lages Dias Paulo Sérgio Mendes de Lima

A prática foi aplicada em

Volta Redonda

Rio de Janeiro

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Vinte e Dois, n°349, Jardim Vila Rica/ Tiradentes, Volta Redonda/RJ

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Rodrigo Lages Dias

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

01 abr 2024

e atualizada em

01 abr 2024

Início da Execução

01/10/2022

Condição da prática

Andamento

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Gestão de saúde de Cabedelo na implantação da nova lei de licitações: desafios e conquistas
Paraíba
Práticas
Processo de elaboração do Plano Municipal de Saúde 2022-2025- relato de experiência.
Paraíba
Práticas
INFORMATIZAÇÃO DA REGULAÇÃO MUNICIPAL COM A ATENÇÃO PRIMÁRIA COMO COORDENADORA DO CUIDADO
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da implantação de sistema de regulação de exames no Município de mendes.
Rio de Janeiro
Práticas
Samuzinho: Educação em saúde e primeiro socorros na escola para a promoção do SAMU 192.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do programa de gestão transparente do tempo resposta no SAMU 192: uma missão desafiadora
Rio de Janeiro
Práticas
Verde, amarelo e vermelho: protocolo de classificação das consultas por grau de prioridade no Centro Especializado de Saúde de Quissamã (RJ)
Rio de Janeiro
Práticas
Indicadores para monitoramento das ações de promoção e atenção a saúde do homem em Petrópolis
Rio de Janeiro