Olá,

Visitante

Grupo de Atenção as Gestantes do Município de Novo Santo Antônio-MT

o Município de Novo Santo Antônio – MT, localizado a 930 km da Capital do Estado, possui uma população de 2.574 habitantes (IBGE 2018), destes 67,13% % vivendo na zona Urbana e 32,87% na zona Rural. A Secretaria Municipal de Saúde possui apenas uma equipe de Estratégia de Saúde da Família, que fica em funcionamento por 24 horas, os 07 dias da semana. A atenção à saúde das gestantes do município por muitos anos ocorria de forma pouco organizada com atendimentos de rotina e reuniões em grupo de forma aleatória durante a gestação e puerpério, impossibilitando o acompanhamento das mesmas de forma qualificada. como consequência possuía uma prevalência no número de óbitos fetais e neonatais, associados à morbidades maternas passiveis de prevenção durante o período gestacional e puerperal. Nesse sentido nos últimos anos foram intensificadas ações de educação em saúde destinadas a este público alvo, de forma organizada, pontuada no fortalecimento do vinculo entre equipe, gestantes e puérperas

Através de Encontros mensais foi proposto melhorar a qualidade de saúde das gestantes, puérperas e recém-nascidos, capacita-las a desenvolverem ações de auto- cuidado durante a gestação, pré-natal, trabalho de parto,nascimento, puerpério, amamentação o projeto foi implementado através de reuniões mensais de grupo com as gestantes e equipe multidisciplinar. Após a confirmação da gravidez e na realização da primeira consulta de pré natal a gestante era informada do projeto e do cronograma das reuniões de grupo através da apresentação e entrega do cronograma impresso. Neste momento era explicado sobre a importância de sua participação no projeto, e dos objetivos do programa. como forma de incentivo a participação das mesmas eram realizados dinâmicas, alongamentos em todas as seções, demonstração de técnicas de cuidados relativas ás mamas, dos cuidados com o Recém Nascido, sorteio de brindes e cofee break.

Ao final do Projeto foi possíveis observar que 92,30 % das gestantes cadastradas realizaram 7 e mais consultas de Pré-natal (SINASC, 2018). De 26 nascimentos no ano de 2018, 13 foram amamentados exclusivamente com leite materno até o sexto mês de vida. Quanto a cobertura vacinal 100% dos nascidos vivos receberam vacinação preconizada pelo Calendário Nacional de Vacinação em tempo oportuno. Redução do número de morbidades durante a gestação como Doença Hipertensiva Específica da Gravidez (DHEG) e Diabetes Gestacional, inexistência de mortalidade materna e ausência de casos de óbitos fetal e neonatal no ano 2018.Ao finalizarmos o projeto podemos pontuar que as ações propostas ao grupo foram realizadas de forma satisfatória, com assiduidade pela equipe e com o implementação do cronograma proposto. A maior dificuldade enfrentada pela equipe foi a participação em massa de todas as gestantes cadastradas em todos os encontros e que com a continuidade das ações no ano 2019 esse será o desafio da equipe.

Principal

Iza Karolyne Silva De Assis

karol.enf@hotmail.com

Coautores

Deborah Aparecida Ribeiro, Zelma Silveira Lima, Dayanne Rodrigues De Melo, Rogerio Alves Vieira, Thainá Oliveira Mondini

A prática foi aplicada em

Mato Grosso

Centro-Oeste

Instituição

Rua Paulo Tolentino De Castro

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Diolaine Costa Alves

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Vigilância e Controle da Febre Amarela na Coordenadoria Regional de Saúde Sul do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
Sucessus 2018: Nossa Equipe É Show! – Valorização do Trabalhador do SUS e das Experiências Inovadoras no Cuidado em Saúde na Região de Vila Prudente/Sapopemba, Município de Sp
São Paulo
Práticas
Experiência de des institucionalização: o Resgate da Cidadania e da Dignidade no Relato de Profissionais e Pacientes
São Paulo
Práticas
Educação Permanente em Saúde Diária como Estratégia de Sustentação na Integração Entre Equipes Técnicas Distintas – Atenção Básica e Vigilâncias
São Paulo
Práticas
Avaliação Interdisciplinar e Diagnóstico Diferencial – Mobilização na Busca de uma Linha de Cuidado Assertiva no Cer de São Bernardo do Campo
São Paulo
Práticas
Intervenção do Farmacêutico do Nasf no Uso Irracional de Antiinflamatórios Não Esteroidais (Aines), uma Experiência da Ubs União
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: uma Experiência de Articulação do Trabalho em Rede Intersetorial em um Território de Saúde no Município de Assis/Sp
São Paulo
Práticas
Empoderamento Social em Defesa do SUS no Município de des calvado – Sp
São Paulo
Práticas
A Experiência de Implantação da Política de Saúde Integral para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Lgbt) na Região Central do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
des envolvimento da Gestão de Custos no SUS em São José do Rio Preto
São Paulo