Olá,

Visitante

Gestão Participativa ? Projeto em Construção

INTRODUÇÃO Este trabalho pretende relatar a experiência do município na construção da gestão participativa potencializando diversos dispositivos: Plano Plurianual (PPA) e Plano Municipal de Saúde (PMS) do quadriênio 2014-2017, de forma articulada e integrada no governo municipal e da gestão participativa em todos os pontos do sistema. JUSTIFICATIVA A valorização dos diferentes sujeitos implicados na produção da saúde possibilita a participação coletiva no processo de gestão da SS e da atenção em saúde que atenda as necessidades de saúde da população, onde todos sejam co-responsáveis nesse processo. O marco legal do SUS estabelece dispositivos de planejamento que possibilitam essa construção coletiva. Um dos aspectos que diferencia essa construção é o método que envolva as pessoas de forma efetiva na construção de diretrizes a partir dos problemas e demandas trazidas por elas. Além dos dispositivos formais, faz-se necessário a criação de novos espaços onde os diferentes coletivos possam pactuar os compromissos para a produção do cuidado humanizado, solidário e cooperativo. OBJETIVO Implantar a gestão participativa como uma política da SS. DESCRIÇÃO Os processos desencadeados para potencializar os espaços de participação no âmbito da SS e do governo municipal: Analise da Gestão e da Situação da Saúde para a elaboração das diretrizes que orientassem a discussão nos diversos espaços de formulação da política de saúde. A construção do PPA que pela primeira vez ocorreu de forma participativa no município. A elaboração do PPA Regional, que de forma inédita, a região do ABC, por intermédio do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, desencadeou com a participação da população. A qualificação da Participação e Controle Social, implicando na revisão da Lei que criou o Conselho Municipal da Saúde e a instalação em todas as unidades de saúde de Conselhos Gestores. Realização da Conferência Municipal, após a realização do PPA participativo, possibilitando a inserção de diretrizes discutidas no PPA e a incorporação das propostas aprovadas na Conferência no PPA. A instalação de instâncias colegiadas do nível central da SS às unidades de saúde, ampliando a participação das pessoas que formulam e executam as políticas da saúde.

Implantar a gestão participativa como uma política da SS.

Principal

Mariangela Aoki

A prática foi aplicada em

São Paulo

São Paulo

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Organização social

Foi cadastrada por

Mariangela Aoki

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Oficina de Culinária Afeto e Sabor
Paraíba
Práticas
Aproximando a Comunidade com a Gestão da Atenção Primária em Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Visita Domiciliar ao Usuário do SUS com Demanda Judicial
Ceará
Práticas
Importância da Conferência Municipal de Saúde para o Fortalecimento da Participação da Comunidade na Defesa do SUS.
Paraíba
Práticas
Participação Popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Roda de Conversa com As Famílias: Cuidando de Quem Cuida
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação de Colegiado Gestor nas Unidades de Saude da Família de Japeri-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Controle Social e Saúde do Trabalhador: a Experiência Regional do Conselho Gestor do Cerest- Pólo Duque de Caxias – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do 1º Curso de Capacitação para Conselheiros de Saúde e Membros das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador (Cists) Sobre a Temática da Saúde do Trabalhador do Cerest- Pólo Duqu
Rio de Janeiro