Olá,

Visitante

Gestantes Usuárias de Drogas e em Situação de Rua: a Complexidade da Atenção Materno Infantil e os Desafios do Consultório na Rua de Niterói

Os Consultórios na Rua do Município de Niterói são formados por 2 equipes multiprofissionais, modalidade 3, compostas cada equipe por 4 profissionais de nível superior (1 Médico, 1 Enfermeiro, 1 Psicólogo, 1 Assistente Social) e 2 profissionais de nível médio (1 Tecnico de enfermagem e 1 Agente Redutor de Danos). Prestam atenção integral à saúde da população em situação de rua in locu. As atividades são também realizadas de forma itinerante e quando necessário também utilizamos as instalações da UBS do território.Relatamos um caso de mulher parturiente, com bebê recém nascido com descrição abaixo dos desafios que cercam a promoção de cuidado mãe / bebê em condições de alta vulnerabilidade social:- Mulher parturiente passou por toda a gestação fazendo uso abusivo de drogas (Crack, thiner-solvente, álcool)

Mulheres, gestantes em situação de rua e a exposição pré-natal ao uso abusivo de álcool, crack e outras drogas. Os efeitos das vulnerabilidades sociais em mulheres gestantes e à exposição às drogas lícitas e ilícitas. Promoção de cuidado e proteção social das equipes de Consultórios na Rua de Niterói e o fortalecimento do acesso a serviços da atenção básica com estratégias efetivas de redução de danos junto à mulheres em alta vulnerabilidade social.

O caso contextualiza e demonstra em todo o seu relato, os itinerários terapêuticos que foram se desdobrando pela coordenação e compartilhamento de cuidados mãe /bebê protagonizados pela equipe do consultório na rua , legitimando este ponto de atenção da atenção básica e da rede de atenção psicossocial (RAPS) a partir das diretrizes basilares que regem a atenção integral a população em situação de rua e sobretudo os desafios da complexidade de cuidar de gestantes em alta vulnerabilidade social e em situação de rua que fazem uso abusivo de drogas.Esta experiência recomenda maior qualificação de toda a rede SUS no que tange a Atenção materno infantil de pessoas com alta vulnerabilidade social em situação de rua e que fazem uso abusivo de álcool, crack e outras drogas.Recomenda a perspectiva da melhoria do acesso e da qualidade na atenção integral de mulheres e gestantes em situação de rua.A necessidade de formulação de linhas guias de cuidado com vistas a tornar os itinerários terapêuticos e seus fluxos mais sinérgicos para o compartilhamento do cuidado e em rede.Na perspectiva do conceito de redução de danos, como uma ética de cuidado considerar a relevância de dar mais concretude e operatividade a estas estratégias junto a mães e gestantes que fazem uso abusivo de drogas.Considerar a atenção integral a saúde da mulher e qualificar os profissionais da rede SUS as questões de gênero e todos os rótulos sociais que giram em torno de mulheres que se drogam, e que estão em alta vulnerabilidade social e a relação que existe com as dificuldades que enfrentam de barreiras de acesso na rede SUS.Considerar a potência das estratégias de cuidado dos consultórios na rua junto a população em situação de rua e a necessidade de articulações intersetoriais junto a instancias da assistência social, conselho tutelar, órgãos da justiça , dentre outros , com vistas a proteção social da mãe e do bebê sempre no sentido de evitar e prevenir a separação de ambos, no momento de pós parto

Principal

Alexandre Teixeira Trino

alextrino@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Niterói

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Rua Visconde do Uruguai, 531, 4º andar - Centro

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Alexandre Teixeira Trino

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

06 fev 2022

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
Humanização na prática do cateterismo vesical de demora na atenção básica.
Paraíba
Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar
Paraíba
Práticas
V amostra Paraíba, aqui tem SUS
Paraíba
Práticas
Autonomia reprodutiva: empoderamento de mulheres em vulnerabilidade através da inserção do DIU
Paraíba