Olá,

Visitante

Fatores que InfluenciAM Os Altos Índices de Vacinação na Cidade de Pium no Tocantins

Categoria não especificada

Os fatores que influenciam nos altos índices de vacinação no município de Pium são: – Reduzir a transmissão de doenças imunopreveníveis; – Ocorrência de casos graves e óbitos; – Fortalecimento de ação integradas de vigilância em saúde para promoção de saúde; – Proteção e prevenção em saúde da população brasileira. Contamos com uma equipe multidisciplinar, nos quais, participam de reuniões onde são discutidos sobre toda a cobertura vacinal. Além disso, podemos contar ainda, com os relatórios do E-sus, que ajuda visualizar as pendências das crianças que ainda não completaram o esquema vacinal.

Um dos principais artifícios para garantir os índices de vacinação dos pacientes é rastrear os indivíduos inadimplentes com o esquema vacinal através do Prontuário Eletrônico do Cidadão. Isso pode ser feito através do acesso de profissionais da saúde, como médicos e enfermeiros, ao sistema credenciado pelo Sistema Único de Saúde. Assim que esses indivíduos faltosos são identificados, ligações são realizadas, e caso seja necessário, transportes são solicitados a fim de levar a vacina para a o cidadão. A população do município de Pium, tem boa parte concentrada nas zonas rurais, assim, as visitas a essas regiões contam com a técnica responsável pela sala de vacinação, se aplicando como mais um fator favorável aos altos índices de vacinação. Nosso município conta com 10 assentamentos distribuídos pela zona rural, sendo o mais longe cerca de 150 km da cidade, portanto contamos com o apoio dos nossos agentes comunitários de saúde, que são orientados e preparados para que observem o cartão de vacina dos integrantes da família e oriente-os quanto a importância de manter o esquema vacinal completo. Além disso, nosso município de Pium conta com um projeto desenvolvido pela gestão atual chamado Governo Itinerante, que dura 2 dias, e que durante esses dias conseguimos atingir o número significante de pessoas vacinadas, pois os moradores da zona rural aproveitam o momento para atualizar o esquema vacinal que se encontra atrasado.

Apesar de os índices de vacinação em Pium estarem entre um dos mais altos do Tocantins e servirem de referência para outras cidades, é notável que algumas medidas expostas no trabalho ainda devem ser melhoradas, a fim de aperfeiçoar os dados estatísticos em prol da saúde da população. Neste contexto para mantermos nosso 100 % na parte de imunização e alavancarmos um trabalho de excelência prestado ao nosso município, priorizamos as novas tecnologias como nosso principal aliado nestas buscativas como: redes socias ex: (facebook, instagram), rádios, publicidade ex: ( carro de som). Além destas buscativas contamos com enfermeiros da saúde da familia de todas as equipes do municipio urbana e rural, que através do relatório E-SUS fazem uma buscativa mais precisa de grupos prioritarios, visando um alto indice de cobertura de imunização no municipio de Pium e alcançando metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Contamos também com visitas semanais na zona rural do municipio onde a equipe de imunização acompanha a equipe multidisciplinar de saúde, ampliando assim uma maior cobertura de imunização em áreas onde a logistica é mais fragilizada, por dificuldade na questão de estradas, rodovias e o fator primordial, a distância da zona rural até a cidade de Pium.

Avaliar os índices de vacinação e expor números de ações bem sucedidas é importante para validar o processo de imunização. Quando o paciente é protegido por um esquema vacinal em dias, o Sistema Único de Saúde não é sobrecarregado, o indivíduo tem uma melhor qualidade de vida. Nexte contexto, o cidadão fica protegido de vírus e bacterias, que afetam seriamente o ser humano, podendo levar até a morte. E ainda, ajuda a politica nacional de imunização, reduzir a transmissão de doenças imunopreviníveis, ocorrência de casos graves e óbitos, fortalecimento de ação integradas de vigilância em saúde para a promoção, proteção e prevenção em saúde da população brasileiro.

Principal

ANGELICA LUISA MARANHAO

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba