Olá,

Visitante

Estudo do Redimensionamento do Quadro de Recursos Humanos do Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde do Município de Santos/Sp.

A cidade de Santos, no litoral paulista, é um município com 419.614 habitantes (IBGE 2010). Integra a região conhecida como Baixada Santista e está, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, em sexto lugar na lista dos municípios brasileiros por Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e o terceiro lugar entre os municípios do Estado de São Paulo. O estudo, inovador no município de Santos, propõe a análise e o redimensionamento do quadro de recursos humanos do Departamento de Atenção Básica consolidando conceitos e diretrizes do SUS, tais como acessibilidade, o grau de vulnerabilidade do território, a população adstrita e o índice de utilização dos serviços, de cada uma das 31 unidades de atenção básica. Para a composição do estudo e elaboração das planilhas com os cálculos de cada uma das categorias profissionais (número real, necessário, déficit e superávit) foram realizadas duas oficinas e oito reuniões de trabalho, além de contato com os gestores locais e outras secretarias. Atores envolvidos: Chefes das Unidades de Saúde da Atenção Básica, coordenadores, chefia de Departamento, seção de recursos humanos e gabinete da Secretaria Municipal de Saúde. Período de realização: A experiência teve início em julho de 2015 com a realização de duas oficinas introdutórias ministradas por consultoria externa e quatro encontros do grupo de trabalho designado para operacionalizar o estudo no Departamento de Atenção Básica. Os resultados foram apresentados em diferentes instâncias das Secretarias de Saúde e Gestão entre os meses de janeiro a março de 2016. Destaca-se como aprendizado a possibilidade de visualizar cada unidade de saúde desse departamento a partir de sua especificidade, pois cada um dos cálculos considerou o grau de vulnerabilidade do território, a demanda adstrita e as ofertas de serviço. A principal dificuldade está na transformação desse importante estudo em uma ferramenta de gestão que poderá fortalecer o Setor de Recursos Humanos local e ser ampliado para outros departamentos dessa secretaria.

Possuir uma análise propositiva para o redimensionamento do quadro de recursos humanos do Departamento de Atenção Básica, consolidando conceitos e diretrizes do SUS, tais como acessibilidade, o grau de vulnerabilidade do território, a população adstrita e o índice de utilização dos serviços.

O presente estudo possibilitará o remanejamento e a readequação do quadro de profissionais, impactando diretamente no fortalecimento e qualificação da Atenção Básica do município. O estudo tem fornecido subsídios para a ampliação do diálogo com outras Secretarias municipais sobre as necessidades e especificidades da Saúde relacionadas a reposição de recursos humanos.

Principal

Carolina Ozawa, Tatiana das Neves Fraga Moreira, Danielle Abujamra Siufy Nardez, Eliane Bittencourt Nogueira, Maria Lucia da Silva Martins Novaes, Luciane Picotez

carolinaozawa@santos.sp.gov.br

A prática foi aplicada em

Santos

São Paulo

Sudeste

Instituição

RUA XV DE NOVEMBRO - CENTRO

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Carolina Ozawa, Tatiana das Neves Fraga Moreira, Danielle Abujamra Siufy Nardez, Eliane Bittencourt Nogueira, Maria Lucia da Silva Martins Novaes, Luciane Picotez

Conta vinculada

03 mar 2020

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Programa Saúde na Escola em Meio a Pandemia Covid-19: Experiência Exitosa em Benedito Novo – Sc
Santa Catarina
Práticas
Literacia para a Saúde na Puericultura odontológica: Experiência de Tele orientações na Aps.
Santa Catarina
Práticas
Impacto da Pandemia da Covid-19 na Educação Básica
Práticas
Monitoramento Como Estratégia de Enfrentamento À Covid 19
Paraíba
Práticas
Comissão de Integração Ensino e Serviço: Potencializando a Educação Permanente em Saúde
Paraíba
Práticas
Comissão de Integração Ensino e Serviço: Potencializando a Educação Permanente, a Formação em Saúde na Ii Macrorregião de Saúde
Paraíba
Práticas
Sistematização da Rotina das Salas de Vacina no Município de Quissamã/Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Capacitação dos Profissionais de Saúde para a Melhora da Qualidade de Vida do Paciente.
Rio de Janeiro
Práticas
Uso de Plantas Medicinais em Práticas Culinárias: uma Estratégia de Educação em Saúde
São Paulo
Práticas
Capacitação dos Profissionais para Ampliação da Testagem de Casos SUSpeitos de Covid-19: a Experiência do Nepp de Niterói.
Rio de Janeiro