Olá,

Visitante

Criação do Protocolo das Especialidades odontológicas

Finalidade da experiência

Na medida em que se pretende organizar os processos de trabalho em municípios com mais de trezentos mil habitantes, faz-se necessário a construção de instrumentos capazes de nortear as ações de forma mais específica e otimizar o fluxo de trabalho. Com esse intuito, foi elaborado o Protocolo das Especialidades Odontológicas, em parceria com os especialistas de cada área (Endodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial, Pacientes com necessidades especiais, Odontopediatria, Estomalogia, Prótese e Periodontia). O município de Blumenau possui sessenta e seis unidades de Saúde da Família, sendo que trinta e duas delas a Saúde Bucal está presente. Em sete destes ESFs há cirurgião-dentista e auxiliar em saúde bucal e nas outras vinte e cinco ESFs, o Técnico em Saúde Bucal complementa a equipe. Temos dois CEOsum do tipo 1 e outro do tipo 2). Além de sete ambulatórios gerais e onze unidades de saúde bucal fora da ESF. Atuando nestas unidades, Blumenau conta atualmente com duzentos e vinte e quatro servidores. Destes, cento e dois são cirurgiões-dentistas, trinta e nove são técnicos em saúde bucal e oitenta e três são auxiliares em saúde bucal.

A divulgação para outros municípios da experiência realizada em Blumenau deve estimular a criação de normatizações responsáveis por tornar o SUS mais eficiente. Nos tempos atuais, é necessário otimizar os recursos humanos e financeiros aliando a qualidade do serviço com o orçamento disponível. Os cadernos de Atenção Básica, do Ministério da Saúde são excelentes fontes de informação para o embasamento clínico, porém não dão identidade a uma rede de atenção, com suas particularidades municipais, como é necessário. A ampliação do número de Equipes de Saúde Bucal, na Estratégia de Saúde da Família, evidenciou a necessidade de criar o “Protocolo das Especialidades” para podermos fazer o melhor atendimento possível em todas as unidades de saúde. O exemplo demonstrado do Protocolo das Especialidades é norteador para a elaboração de uma série de novas ideias para melhorar a saúde bucal do município. O desafio de chegar a cem por cento de cobertura da ESF/SB traz a tona a necessidade de não só comprar mais materiais e equipamentos, mas criar uma rede que seja estruturada suficientemente para promover saúde bucal com qualidade.

Principal

Wagner Iansen Pansard

saúde@blumenau.sc.gov.br

A prática foi aplicada em

Blumenau

Santa Catarina

Sul

Instituição

Rua Dois de Setembro, nº 2624, ItoupavaNorte

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Wagner Iansen Pansard

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
Humanização na prática do cateterismo vesical de demora na atenção básica.
Paraíba
Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar
Paraíba
Práticas
V amostra Paraíba, aqui tem SUS
Paraíba
Práticas
Autonomia reprodutiva: empoderamento de mulheres em vulnerabilidade através da inserção do DIU
Paraíba