Olá,

Visitante

Construindo As Bases para Atuação em Rede nos Territórios: Um Relato de Experiência no Contexto do Programa Pró-Saúde da Universidade de Brasília

Como parte da metodologia do projeto foi oferecida uma Disciplina, Violências e Saúde, ofertada pelo Departamento de Enfermagem, da Faculdade de Ciências da Saúde, com o objetivo de refletir, discutir, aplicar e disseminar novos conteúdos e olhares sobre a relação entre violência e saúde, na perspectiva do desenvolvimento e gestão ativa do território no enfrentamento das violências. A disciplina integrar a academia e os serviços e redes de proteção e procura contextualizar e disponibilizar conhecimentos teórico-conceituais e ferramentas para trabalhar com as comunidades e realizar atividades educativas sobre temática da violência, desenvolvimento e saúde, de maneira participativa e prazerosa mediada pela arte. Um pressuposto teórico adotado pela disciplina é que o desenvolvimento é um conceito essencial na dinâmica relacionada à qualidade de vida das populações e qualquer conhecimento produzido na academia deve transcender seus muros e intencionalmente produzir capilaridade de diálogos com os diversos da educação e setores da sociedade. Resultados: Verificou-se a importância das metodologias inovadoras na produção de materiais reflexivos que sirvam para a academia e para os serviços, tais como: mostra fotográficas itinerantes, produção de cartilhas e material pedagógico que servem de ferramentas para promoção de territórios saudáveis e construção de novos olhares por parte dos profissionais do cuidado humano. Destaca-se a possibilidade de integrar o trinômio ensino-serviço-cuidado, em consonância com o preconizado pelo Pró-Saúde. Conclusão: a experiência de semear ideias e mobilizar forças criativas para analisar as múltiplas dimensões dos graves problemas locais e globais possibilitou reflexões acerca da necessidade de monitorar e avaliar políticas públicas destinadas ao enfrentamento de situações complexas que requerem, cada vez mais, profissionais capacitados para promoção dos direitos humanos da sociedade.

O presente relato descreve a experiência e a metodologia de um dos projetos vinculados ao Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde, Programa Pró-Saúde, no âmbito da Universidade de Brasília

Principal

Leides Barroso Azevedo Moura

A prática foi aplicada em

Brasília

Distrito Federal

Centro-Oeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Leides Barroso Azevedo Moura

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Conselho itinerante:fortalecendo o controle social em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Oficina de Culinária Afeto e Sabor
Paraíba
Práticas
Aproximando a Comunidade com a Gestão da Atenção Primária em Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Importância da Conferência Municipal de Saúde para o Fortalecimento da Participação da Comunidade na Defesa do SUS.
Paraíba
Práticas
Participação Popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Roda de Conversa com As Famílias: Cuidando de Quem Cuida
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação de Colegiado Gestor nas Unidades de Saude da Família de Japeri-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Controle Social e Saúde do Trabalhador: a Experiência Regional do Conselho Gestor do Cerest- Pólo Duque de Caxias – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do 1º Curso de Capacitação para Conselheiros de Saúde e Membros das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador (Cists) Sobre a Temática da Saúde do Trabalhador do Cerest- Pólo Duqu
Rio de Janeiro