Olá,

Visitante

Como Aumentar as Coberturas Vacinais Com o PrograMA Protege Paranaíta

Os dados levantados pela Pesquisa Nacional sobre Imunização, são de grande importância para que surjam ideias inusitadas visando superação de problemas encontrados. Usando estes dados, os trabalhadores de saúde do município se envolveram no desenvolvimento de um projeto, com o objetivo de elevar as coberturas vacinais. O Programa Protege Paranaíta, surgiu para ajudar a todos a lembrarem a verdadeira importância do Programa Nacional de Imunização, o PNI.

Dentre os destaques das estratégias desenvolvidas, a parceria com a Secretaria de Educação foi essencial. A mesma solicitou os cartões de vacinas nas escolas e com ajuda dos Agentes Comunitários de Saúde emitiu uma Carta aos Pais, informando sobre a condição vacinal de seu filho e que para realização da matrícula seria necessário o extrato de vacinação em dia, além de premiações para professores com mais alunos em dia com a vacinação. A utilização de mídias sociais levando informações efetivas das ações de vacinação e o envolvimento de 100% dos servidores públicos usando a camiseta do Protege Paranaíta, todas as sextas feiras, foi fundamental para superar as dificuldades encontradas. Em 2020, o município recebeu através da Secretaria de Saúde do Estado do Mato Grosso, o Prêmio de R$ 80.000,00, obtendo a 2ª colocação, pelo resultado do desempenho nas Campanhas de Vacinação Contra Influenza e Covid-19 e em 2021, o Prêmio de 1º lugar do Selo Prata do Programa Imuniza Mais MT, no valor de R$ 120.000,00 reais pelo desempenho obtido em todas as vacinas do Calendário Nacional de Imunização. Para as premiações realizadas pelo município como citado anteriormente, foram utilizados os recursos das premiações estadual. Esta é uma forma que o município encontrou de compartilhar com a população o prêmio conquistado.

O Programa Protege Paranaíta foi pensado para atrair a atenção da comunidade. Sendo o passo inicial, a criação de uma Lei Municipal para viabilizar o programa. A logo idealizada pela equipe de técnicos da saúde, se tornou um símbolo marcante na cidade, pois ela é composta de um coração vermelho, com duas asas tipo a de anjos e no centro da imagem está escrito Protege Paranaíta. Foram confeccionadas camisetas para todos os servidores públicos com a logo da campanha e nas sextas-feiras passou a ser o uniforme dos mais de 600 servidores públicos para estimular e chamar a atenção. O Programa envolveu crianças menores de 15 anos, com a categoria “Campeões da Vacinação”, que é divulgado nas escolas, explicando que todos que estiverem com a Caderneta de Vacinação em dia durante o ano, concorre a prêmios como: motoquinhas, bicicletas, smartphones e a cada dois meses prêmios de R$ 500,00. Em 2022, o Programa criou a categoria de premiação de adultos, focado na Vacinação Contra Covid-19. Nesta modalidade, os chamados “protetores”, pessoas que convencem alguém a se vacinar, concorrem a prêmios de R$ 1.500,00 reais a cada dois meses e no final do ano, todos a vacina contra Covid-19 em dia, concorreram a 4 prêmios de R$ 5.000,00. As equipes da AB trabalharam ações de busca ativa, vacinação extramuros, horário estendido, vacinação casa a casa, carro volante e eventos como o “Anarriê da Vacinação” ofertando pula-pula, pipoca, amendoim e pescaria.

Para garantir a vacinação da população com qualidade, deve-se dispor do básico, como, salas de vacinas equipadas, profissionais de saúde capacitados, insumos e condições de trabalho adequadas. A garantia que a Atenção Básica está organizada de acordo com os protocolos estabelecidos pelo Programa Nacional de Imunização, é fator inicial para pensarmos em novas estratégias que ajudarão a elevar as coberturas vacinais. Sabedores do risco de que baixas coberturas vacinais podem rapidamente disseminar doenças que são perfeitamente evitáveis pelas vacinas que o SUS disponibiliza, a gestão de Paranaíta continua com as ações de incentivo à vacinação em nível local, de forma constante e contínua e busca incessantemente ideias e soluções para melhorar e aprimorar as ações voltadas para a imunização. Além disso o município dispõe do Plano Municipal de Vacinação para delinear e organizar as ações a serem adotadas. A implantação do programa trouxe engajamento da população tornando-os protagonistas na busca por pessoas sem a vacina, somando com os esforços dos profissionais de saúde. Protege Paranaíta se tronou uma marca para o município. E os servidores públicos sempre levando a marca “Protege Paranaíta” no coração, literalmente.

Principal

Andréia Fabiana dos Reis

Coautores

JEANE DE SOUZA PINHEIRO

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Prova de função pulmonar: intervenção precoce na saúde dos trabalhadores do campo em Queimadas (PB)
Paraíba
Práticas
Impactos da intersetorialidade na cobertura de citopatológico no Previne Brasil em Queimadas (PB)
Paraíba
Práticas
O Programa de Educação para o Trabalho no contexto do Consultório na Rua de Campina Grande (PB)
Paraíba
Práticas
Cuidado compartilhado à pessoa idosa no município de Queimadas (PB)
Paraíba
Práticas
Cuité vacina: desenvolvimento de atividades de vacinação de alta qualidade.
Paraíba
Práticas
O curso de atualização em APS e a produção de uma cartilha para o enfrentamento do tabagismo
Paraíba
Práticas
Acesso ao disposivo intrauterino na atenção primária: garantia dos direitos sexuais e reprodutivos
Paraíba
Práticas
Metodologias ativas: a experiência da mediação em um curso de atualização em APS
Paraíba