Olá,

Visitante

Capacitação de Enfermeiros para Assistência ao Paciente ostomizado do Cep/Ciscopar.

Para atender a esta demanda o Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná – CISCOPAR realiza a aquisição e dispensação de bolsas de colostomia, ileostomia e urostomia, sendo esta realizada na sede da Associação dos Ostomizados de Toledo. Durante todo o ano de 2015 foram dispensadas 4.589 bolsas de colostomia, ileostomia e urostomia a 274 pacientes provenientes dos 18 municípios de abrangência da 20° Regional de Saúde do Paraná. O maior ganho, quando se fala em pacientes ostomizados, é sempre a melhoria na qualidade de vida de cada paciente. A certeza e humanização do atendimento, a organização na compra e distribuição das bolsas e feedback realizado pelas Unidades de Atendimento de Origem dos pacientes garantem ampla cobertura, otimização dos custos e continuidade dos atendimentos. Tudo isso garantindo a qualidade de vida dos ostomizados. Levando em consideração que muitos ostomizados estão debilitados e/ou acamados e necessitam de um cuidado realizado pelos profissionais e/ou orientados pelos mesmos à família, torna-se de extrema importância a capacitação dos os profissionais que atuem diretamente com os pacientes ostomizados dos 18 municípios visando à assistência a esses pacientes.

As patologias do sistema gastrointestinal, como diverticulite, doenças inflamatórias, traumatismos colo-retais, anomalias congênitas e principalmente tumores colo-retais, resultam na maioria das vezes em cirurgias mutilantes e traumatizantes, a qual trazem alterações profundas no modo de vida das pessoas por elas afetadas. A ostomia é uma intervenção cirúrgica, no qual é realizada uma abertura artificial entre o intestino e a parede abdominal que possibilita a passagem do conteúdo intestinal. O processo de adaptação varia de um paciente a outro e envolve apoio da equipe multidisciplinar e dos familiares.

Um estoque ‘enxuto’ e proporcional ao nível de atendimentos, um programa de busca ativa a pacientes e a comunicação com os demais elementos da rede de suporte de atendimento também é altamente recomendável. Esperamos assim que haja maior entendimento por parte dos profissionais acerca da assistência destes pacientes ostomizados, e que estes estejam aptos ao atendimento e melhoria na qualidade de vida desta população.

Principal

Vilmar Covatti

adm@ciscopar.com.br

A prática foi aplicada em

Toledo

Paraná

Sul

Instituição

R. XV de Novembro, 1287 - Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Vilmar Covatti

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Atuação do programa saúde na escola (PSE) no enfrentamento da dengue e outras arboviroses
Paraíba
Práticas
Ampliando leque da rede: fortalecimento dos vínculos entre equipes e escola.
Paraíba
Práticas
Relato de experiência: humanização na atenção ao usuário no pronto atendimento de Pilar (PB))
Paraíba
Práticas
Zoonoses e Vetores na Escola: Informação, Educação e Comunicação em Saúde como ferramenta de mudança.
Rio de Janeiro
Práticas
A Integração Ensino Serviço Comunidade em Volta Redonda/RJ: Em defesa da formação no SUS para o SUS
Rio de Janeiro
Práticas
Acôes de promoção e prevenção a saúde integradas, com outras vigilâncias, equipe multidisciplinar e APS para trabalhadores e trabalhadoras, realizadas no lde trabalho, das empresas privadas parceiras do municipio de João Câmara, RN
Rio Grande do Norte
Práticas
Pode ser lindo aprender no SUS: uma proposta para o acolhimento dos futuros trabalhadores da saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Mas eu não consigo doutor – Grupos dialógicos para a APS – Juntos nós podemos
Rio de Janeiro