Olá,

Visitante

Busca Ativa Vacinal Escolar como Ferramenta para Ampliar a Imunização de um Município de Médio Porte do Estado de Mato-Grosso

Categoria não especificada

Trata-se de um relato de experiência, construído em abril de 2023, por equipe que integra as atividades da vigilância epidemiológica de um município de médio porte no Estado de Mato Grosso, sobre a implementação de uma estratégia de busca ativa vacinal escolar, que pode ser multiplicada em outros municípios. Essa foi uma estratégia intersetorial, combinando a criação de material orientativo e a intervenção em forma de busca ativa, ambas etapas dessa intervenção foram planejadas a partir de um diagnóstico de baixa cobertura vacinal.

No entanto, os nós críticos evidenciados que estão contribuindo com a baixa cobertura vacinal, perpassa por questões estruturais, as quais são imutáveis a curto prazo, e demanda políticas públicas coordenadas no âmbito federal, estadual e municipal para seu enfrentamento. Nesse âmbito, podem ser mencionados como entraves para o aumento da cobertura vacinal no município da intervenção, a conformação cultural e social da população, hesitação vacinal nos grupos populacionais mais jovens que não vivenciaram doenças anteriores que foram erradicadas por meio da imunização, a contaminação do debate político e fake news, o quantitativo insuficiente de profissionais de saúde, principalmente agentes comunitários de saúde e técnicos de enfermagem, aspectos que se relacionam aos baixos índices de imunização do município de Tangara da Serra.

Apresentado alguns dos entraves para a elevação da imunização, pode-se considerar como medidas para a melhoria e restabelecimento de melhores coberturas vacinais, uma força tarefa coordenada, pelo Ministério da Saúde, em conjunto com estados, municípios e entidades públicas ou privadas, no combate a desinformação e aos movimentos antivacinas, a fim de fornecer informações de qualidade e reaproximar a população aos serviços de saúde e imunização. Não restringindo à imunização, mas essa estratégia também ampliará a visibilidade da capilaridade do Sistema Único de Saúde (SUS) no território e reconhecimento do importante papel da Atenção Primária à Saúde junto a população.

As informações apresentadas na pesquisa nacional Imuniza-SUS, fornece embasamento para que seja possível a articulação de estratégias de forma planejada, que possam efetivamente contribuir com o avanço da cobertura vacinal em todo o território nacional. São grandes os esforços para se romper com o decréscimo vacinal, sendo assim, necessita-se de uma articulação entre as esferas governamentais, de modo que as ações sejam pensadas para a modificação dos nós críticos evidenciados pela pesquisa.

Principal

JULIANA HERRERO DA SILVA

Coautores

Pedro Henrique de Oliveira Marques , Erislane Aparecida de Oliveira, Ana Claudia Pereira Terças Trettel , Vagner Ferreira do Nascimento

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Caminhos estratégicos da APS frente a cobertura vacinal no município de Bernardino Batista
Paraíba
Práticas
Ampliando leque da rede: fortalecimento dos vínculos entre equipes e escola.
Paraíba
Práticas
Relato de experiência: humanização na atenção ao usuário no pronto atendimento de Pilar (PB))
Paraíba
Práticas
Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência
Paraíba
Práticas
Paciente protagonista de sua terapia: o cuidado farmacêutico com pacientes atendidos no CAPS de Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Atenção e cuidado ao paciente portador de feridas no SUS em Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Quando a saúde vai além dos muros das UBS
Rio de Janeiro