Olá,

Visitante

Boas Práticas para Segurança do Paciente no Município de Campo Grande/Ms

A Segurança do Paciente no âmbito da saúde pública começa a ganhar cenário nacional, tendo como objetivo difundir metas internacionais sobre Segurança do Paciente, bem como conceitos de cultura de Segurança do Paciente, cultura justa, Plano de Segurança do Paciente (PSP), Notificação e investigação de Incidente/evento adverso/circunstância notificável e plano de ação/melhorias, gestão de risco e aprendizado coletivo com os erros ou falhas. No Brasil, a legislação sobre políticas e práticas voltadas à segurança do paciente e gestão dos riscos nos serviços de saúde teve início com a criação da Portaria MS nº 529, de 01 de Abril de 2013, que instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) e Resolução da Diretoria Colegiada – RDC ANVISA nº 36 que instituiu ações para a segurança do paciente em serviços de saúde e deu outras providências. No município de Campo Grande as ações para a implantação do PNSP iniciaram-se em 2017 cujo foco constitui toda rede de atenção à saúde.

Difundir a cultura de Segurança do Paciente no município através da sensibilização dos profissionais de saúde quanto ao PNSP, de modo a romper com a cultura punitiva, estimular a notificação de incidentes, eventos adversos e circunstâncias notificáve a primeira estratégia adotada voltou-se para o aprendizado coletivo, multiprofissional, através da criação do Colegiado de Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente, onde são debatidos os protocolos de Segurança do Paciente e sua implantação na Rede municipal, além de construção do PSP, implantação da ficha de notificação de incidentes/evento adverso/ circunstância notificável e implementação do NSP, garantindo a participação do gestor público municipal na gestão de risco. Os profissionais de saúde foram sensibilizados por meio de capacitação em seu cenário de prática a fim de divulgar e disseminar a Cultura de segurança do Paciente. Envolver cada profissional em todas as etapas do processo de implantação de um novo programa.

em 2018 foram obtidas 49 notificações de circunstâncias notificáveis, 01 notificação de incidente e 01 notificação de evento adverso. em 2019 até o mês de março, foram realizadas 05 notificações de circunstâncias notificáveis, 05 notificações de incidente e 04 notificações de evento adverso. Soma-se às notificações a consulta pública dos Protocolos de Identificação do Paciente e Protocolo de Higiene das mãos – SESAU, os demais protocolos encontram-se em adaptação a realidade da Rede pelo Colegiado de Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente.Grande número de profissionais de saúde do município desconhecia o PNSP, para eles, o erro ou falha estava associado aos sentimentos de incompetência, vergonha e conhecimento insuficiente, medo de punições jurídicas, éticas e sociais e ainda sindicâncias administrativas. Portanto, a sensibilização da rede de assistência à saúde sobre esse Programa através da educação permanente e uso de metodologias ativas, revela o amadurecimento institucional, valorização do trabalho em equipe.

Principal

rguerreirob@hotmail.com

Coautores

: Simony Portela Do Carmo Drumond, Alexandrea De Cássia De Souza Rosa,

A prática foi aplicada em

Campo Grande

Mato Grosso do Sul

Centro-Oeste

Instituição

Rua Bahia, 280 - Centro

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal