Olá,

Visitante

As Estratégias de Imunização no Município de Una-Ba: Precisamos Fortalecer a Educação em Saúde para Profissionais de Saúde, Gestores e Comunidade

Categoria não especificada

O Programa Nacional de Imunizações tem sido considerado uma das mais eficazes intervenções em saúde pública no Brasil para a redução das doenças imunopreveníveis. Para isso, tem sido fundamental a integração entre as equipes de vacinação e demais equipes de saúde para oportunizar o direito à vacinação. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo analisar as estratégias de imunização para a melhoria na cobertura vacinal e fortalecimento das boas práticas de imunização nas equipes de saúde do município de Una-Ba. O presente trabalho traz reflexões sobre a organização do trabalho em sala de vacina pelos profissionais de saúde das Unidades de Saúde do município, fornecendo elementos para a contribuição na melhoria do processo de trabalho, no fortalecimento da educação permanente em saúde e na promoção de medidas de intervenção para a melhoria das coberturas vacinais no município. Além de ampliar a discussão sobre o tema para os demais profissionais de saúde, gestores e comunidade com o intuito de reforçar as ações de vacinação nos diversos espaços sociais. O serviço de imunização de Una em 2022, ampliou de 09 para 12 salas de vacina, atingindo 100% de cobertura de Unidades de Saúde com salas de vacina ativas, sendo possível após a realização do Curso de Formação para profissionais de saúde em sala de vacina com recurso próprio do município. Sobre a organização do serviço e o fluxo organizacional foram implantados em 2021 os protocolos de normas e rotinas em imunização e realizadas atividades de educação em saúde nas escolas como ações integradas às Equipes de Saúde da Família, voltadas para pais e profissionais da educação com o objetivo de esclarecer dúvidas e mitos sobre a vacinação das crianças e adolescentes, em especial para a vacinação contra covid 19. Destaca-se no município de Una, a Educação Permanente em Saúde como uma das principais estratégias de fortalecimento das ações de imunização para a qualificação de recursos humanos, redução do risco de eventos associados à vacinação e da recusa vacinal. Além disso, foi instituído a extensão dos horários e finais de semana para funcionamento das salas de vacina; a implantação das caravanas de saúde, ofertando a vacinação em locais de difícil acesso e a vacinação em pontos estratégicos do município, como por exemplo, em praças, prefeitura, bancos e rodoviária. Foi realizada também uma importante ação de vacinação com o tema: “Se você vai para a folia, a vacinação tem que estar em dia”, para a prevenção e controle contra a covid 19 antecedendo as comemorações ao dia da cidade em 2022. Assim, a reflexão sobre as ações de vacinação no município e com base nos resultados da Pesquisa ImunizaSUS despertou nas equipes de saúde a necessidade de abranger a educação em saúde nos diversos espaços sociais e institucionais como oportunidade de melhoria da cobertura vacinal no município de Una.

A partir dos resultados da pesquisa ImunizaSUS (2023) e da reflexão sobre os problemas e desafios das ações de imunização no município de Una foi possível identificar e descrever as situações mais relevantes que precisavam de intervenção por parte da equipe técnica do serviço de imunização, da gestão municipal e estadual, das equipes de vacinação e das Unidades de Saúde da Família para a melhoria do aumento da cobertura vacinal no município. Diante desse contexto, aponta-se que das 11 Unidades de Saúde da Família e 01 Centro de Saúde que compõem a rede de atenção primária a saúde do município até o primeiro semestre de 2022, apenas 9 possuíam sala de vacina e as 3 restantes encaminhavam as vacinas para as Unidades por meio das caixas térmicas devidamente acondicionadas, distribuídas pela Rede de Frio, sendo que com as novas contratações realizadas pela gestão municipal e após o Curso de Formação para profissionais de saúde em sala de vacina em junho de 2022, ampliamos de 09 para 12 (100%) salas de vacina cobertas com recursos humanos e materiais para todas as doze Unidades de Saúde do município a partir de agosto de 2022. Em progressão aos recursos humanos e materiais foi possível informatizar todas as 12 salas de vacina compreendendo 100% de salas com Prontuário Eletrônico do Paciente (PEC) disponível para o registro imediato da vacina aplicada no indivíduo. Atualmente com a garantia da cobertura de 100% de salas de vacinas para a quantidade de Unidades de Saúde do município, que apresenta cobertura também de 100% para as Estratégias de Saúde da Família, a oferta e aplicação de vacinas no município de Una apresenta-se de forma descentralizada em todas as Unidades de Saúde. Ressalta-se ainda, que a sala de vacina do Centro de Saúde de Una por apresentar uma área territorial de cobertura populacional extensa e pela demanda aumentada em virtude ao atendimento das especialidades em saúde, contamos com duas vacinadoras em tempo integral e com programações também durante o período noturno e nos dias de sábado no período da manhã, em uma média quinzenal, para acolher e realizar a vacinação dos munícipes de forma mais tranquila e oportuna nos horários para trabalhadores que não conseguem chegar no horário habitual de funcionamento das unidades e para os pais poderem levar seus filhos. Para a organização do serviço e o fluxo organizacional da rede de frio do município de Una para as Unidades de Saúde, postos volantes (feiras, escolas, rodoviária, comércio, clínicas particulares e outros) e vacinação em zona rural de difícil acesso foram implantados em março de 2021 protocolos de normas e rotinas do serviço, como uma estratégia para facilitar a reposição em tempo hábil das vacinas e insumos nas unidades de saúde; para a organização da sala no início e final das atividades diárias, acolhendo a demanda dos usuários mediante a realidade local e para prover as necessidades de materiais e de recursos humanos levantadas pelos profissionais das unidades. Foi realizado em 2021, o diagnóstico situacional de cada sala de vacina pela equipe técnica do serviço de imunização do município de Una, avaliando estrutura física, equipamentos, materiais, insumos, climatização das salas, condições dos refrigeradores, caixas térmicas e termômetros, e sobretudo sobre o processo de trabalho desenvolvido por cada equipe na sala de vacina. Desse diagnóstico situacional foi realizado um relatório seguido de ofício para a gestão municipal de saúde solicitando os materiais e equipamentos necessários para o andamento do serviço com qualidade e para possível funcionamento das salas de vacina das três unidades que não possuíam sala de vacina em espaço físico exclusivo na unidade. Os equipamentos e insumos foram licitados e adquiridos também por meio de doação. Os encontros com as equipes de saúde trouxeram muitas reflexões sobre o processo de aprendizagem e a importância do fortalecimento das ações de educação permanente com as vacinadoras e enfermeiras nas Unidades de Saúde, com o objetivo de minimizar os erros na administração de vacina e possíveis eventos adversos pós-vacinação. Além disso, percebeu-se na prática durante as supervisões nas salas de vacina o esforço, dedicação, o acolhimento e orientação ao usuário, o correto preparo do imunobiológico e sua aplicação, mesmo no momento atual de corrida contra o tempo numa campanha de vacinação em massa para o controle e prevenção da covid 19.

Diante disso, destaca-se a relevância da Educação Permanente em Saúde como estratégia fundamental para promover a formação e a qualificação de recursos humanos com o objetivo de melhoria na qualidade do serviço de imunização e para a prevenção e redução do risco de eventos adversos pós-vacinação. Os encontros com as equipes das salas de vacina acontecem mensalmente no município para discussão sobre a organização do serviço; implantação e/ou implementação de estratégias de vacinação para os públicos alvos e melhoria da cobertura vacinal em todos os ciclos de vida. Dentre essas estratégias destacam-se as reuniões nas escolas do município para pais, professores, funcionários e diretores sobre o tema recusa da vacinação de crianças contra covid 19. Aproveitando a oportunidade para incentivar a necessidade de manter atualizado a vacinação do calendário nacional da criança e do adolescente por meio da checagem da caderneta da criança. Além disso, o município realiza programação nos distritos e zona rural de difícil acesso ofertando a vacinação contra covid 19 e de rotina; continuidade das programações de horários estendidos e finais de semana em pontos estratégicos do município; realização de busca ativa pelas equipes de saúde em visitas domiciliares para vacinação extra muro; realização de campanhas de multivacinação na zona urbana e rural para atualização da caderneta de vacina de crianças e adolescentes e melhoria da cobertura vacinal; realização das caravanas de saúde para ofertar a vacinação nos locais de difícil acesso; realização de divulgação para a comunidade sobre as campanhas e estratégias de vacinação e atividades de educação permanente mensalmente para vacinadoras e enfermeiras para atualização dos notas técnicas de vacinação, análise da cobertura vacinal e dos registros vacinais. Além disso, o município realizou uma importante ação de vacinação com o tema: “Se você vai para a folia, a vacinação tem que estar em dia”, que teve como objetivo a prevenção e controle da covid 19 no período de duas semanas que antecederam as comemorações ao dia da cidade no ano de 2022. Vale ressaltar também que a gestão municipal instituiu um incentivo financeiro para as vacinadoras como uma forma de valorização e reconhecimento profissional.

Apesar da sobrecarga de trabalho devido as ações de prevenção e controle com a vacinação contra covid 19 buscou-se manter a capacitação e atualização dos conhecimentos, habilidades e atitudes das vacinadoras em suas respectivas Unidades de Saúde por meio de encontros virtuais, reuniões presenciais e durante visitas da equipe da rede de frio às Unidades de Saúde com o objetivo de garantir as boas práticas em sala de vacina. Este trabalho correspondeu, portanto, ao relato das experiências de intervenção vivenciadas quanto a organização do fluxo e processos de trabalho e implementação de normas e rotinas nas Unidades de Saúde e rede de frio no município de Una, para a busca constante do enfrentamento às baixas coberturas vacinais das crianças, adolescentes, adultos e idosos. Isso tudo adicionado a importância do fortalecimento das ações de prevenção e controle das doenças imunopreveníveis. Nesse sentido, o serviço de imunização do município de Una-Ba busca arduamente melhorar a cobertura vacinal da população e fortalecer as ações de prevenção e controle das doenças imunopreveníveis, corroborando com os resultados do Projeto ImunizaSUS para o fortalecimento das ações de imunização e melhoria da cobertura vacinal nos municípios do Brasil. Entretanto, um dos principais desafios é a manutenção de uma rede de internet estável compatível para os registros não somente do PEC, mas de todo o sistema de informação do Programa Nacional de Imunização (PNI), uma vez que, a garantia da estabilidade do serviço online de internet foge da competência da gestão por se tratar de uma dificuldade da região. O principal desafio do serviço de imunização no município de Una é a inconsistência entre os dados do sistema operacional do município o PEC da Atenção Primária à Saúde (APS) onde são realizados os registros dos vacinados do município e o Sistema de Informação do PNI, o SI PNI Web para onde migram os registros do PEC APS, mas não em sua totalidade. Observou-se a discrepância das doses reais aplicadas e registradas nas salas de vacina no PEC APS pelas vacinadoras quando comparados aos valores das doses bem abaixo encontrados no registro de doses do SI PNI Web comprometendo consideravelmente a cobertura vacinal principalmente das crianças menores de um ano de idade. Nesse sentido, ressaltamos a importância das ações de educação em saúde nos diversos espaços sociais para o fortalecimento do programa de imunização. Assim, se faz necessário o envolvimento dos profissionais de saúde da Rede de Atenção do município e das diversas áreas, para o compartilhamento coletivo das estratégias de intervenção entre os diversos setores técnicos e do governo, com a finalidade de propor soluções frente aos desafios encontrados e sobretudo, melhorar a cobertura vacinal de todos os grupos para prevenção e controle das doenças imunopreveníveis.

Principal

JULIANA FERREIRA SANTOS

Coautores

GLEICIANE BIRSCHNER HORA

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Oficina de atualizacao dos cadastros para melhoria da cobertura vacinal em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
A potência do microplanejamento no fortalecimento das ações de imunização em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Inovação do cuidado em saúde mental no município de São José do Sabugi-PB a partir da prática.
Paraíba
Práticas
Gestão de saúde em Queimadas – PB: uso estratégico da informação no planejamento das ações
Paraíba
Práticas
Aperfeiçoamento e segurança: impacto do trabalho multiprofissional na farmácia básica de Queimadas/PB
Paraíba
Práticas
Abordagem multiprofissional a usuários em processo de reabilitação física em Queimadas – PB
Paraíba
Práticas
Grupo de trabalho Proteja: estratégias de combate à obesidade infantil no município de Alagoinhas – PB
Paraíba