Olá,

Visitante

A Qualidade do Acesso de Gestantes Aos Serviços de Saúde Bucal em Cabedelo-Pb, em Tempos de Pandemia

Os problemas bucais podem ter diferentes graus de atividade e severidade e, em casos mais graves, podem repercutir desfavoravelmente na saúde sistêmica da gestante, ou impactar nos partos prematuros e/ou nascimento de bebês com baixo peso, em virtude da disseminação bacteriana. Assim, em consonância com os objetivos da Portaria 1.459/2011, Rede Cegonha, que reforçam a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como à criança o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e ao desenvolvimento saudáveis, o acompanhamento e monitoramento dos indicadores relacionados à gestante devem ter gestão compartilhada, almejando a garantia de acesso oportuno e adequado da gestante ao pré-natal (PN) e ao atendimento odontológico, como etapa de rotina desta linha de cuidado. Diante das mudanças na organização da Política Nacional de Atenção Básica e com o atual momento de pandemia de Covid-19, a realização do pré-natal odontológico tem um peso epidemiológico ainda mais expressivo, dada a dificuldade de captação das mulheres em um período de distanciamento social, bem como as adaptações dos processos de trabalho das equipes de saúde bucal (ESB). Por isso, em 2020, o município de Cabedelo-PB, sentiu a necessidade de acompanhar os resultados da realização de consultas odontológicas à gestante realizadas pelas 22 ESB, analisando o acesso e qualidade, a partir da comunicação da equipe e desta com as usuárias, a partir dos indicadores de saúde.Trata-se de uma pesquisa avaliativa, transversal, de abordagem quantitativa, baseada na análise da avaliação e monitoramento da assistência odontológica às gestantes das 22 unidades de básicas de saúde (UBS) do município de Cabedelo-PB, no período de janeiro de 2020 à janeiro de 2022. As informações de atendimento odontológico a esta população foram coletadas, em fevereiro de 2022, do sistema de informação de saúde da atenção básica (SISAB), a partir dos resultados do indicador de desempenho do Previne Brasil. A partir da identificação do número de gestantes entre 2020-2022 (média de 276) e a aquelas que foram acompanhadas, foram avaliadas também ferramentas de acesso (cadastro) e estratégias de captação das gestantes pelas equipes. A população do estudo foi composta por 44 profissionais, sendo 22 odontólogos e 22 auxiliares em saúde bucal distribuídos nas UBS de Cabedelo. A análise do acompanhamento odontológico não se limitou aos resultados de indicadores, mas também a qualidade na assistência. Realizada a avaliação do registro das informações, foram programadas capacitações e monitorização in loco, a fim de apoiar as ESB e facilitar a alocação de recursos. Como os dados de produção odontológica, estão inseridas em sistema de domínio público, foi dispensado a submissão deste estudo a um Comitê de Ética em Pesquisa.

O presente estudo tem como objetivo avaliar a assistência odontológica a pacientes gestantes na rede pública de atenção básica em saúde, em 22 unidades de saúde bucal, no município de Cabedelo-PB, através das práticas de cuidado de promoção, prevenção e curativas desenvolvidas pelos cirurgiões-dentistas da rede, no período de janeiro de 2020 à janeiro de 2022.

O estudo evidenciou que as gestantes de Cabedelo, estão recebendo assistência odontológica de forma oportuna e crescente. Observou-se que, boa parte das ESB apresentaram estratégias eficientes e que contribuíram significativamente com a qualidade da saúde materno-infantil, através de práticas e abordagens preventivo-terapêuticas. O acesso facilitado, a comunicação em equipe, a partir da reorganização das práticas e ações em saúde, além do amplo diálogo na construção dos fluxos de referência com todos os atores envolvidos, seja na própria equipe ou no setor especializado, foram importantes no alcance de bons resultados dos indicadores e na qualidade da assistência odontológica de Cabedelo, mesmo em tempos de pandemia.A relevância do estudo mostra uma realidade positiva vivenciada nas UBS, através das práticas de cuidado de promoção, prevenção e terapêuticas desenvolvidas pelos cirurgiões-dentistas da rede, objeto desta pesquisa.

Principal

Maria Auxiliadora Gomes do Nascimento

dodora.gomes@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Cabedelo

Paraíba

Nordeste

Instituição

Rua Duque de Caxias, S/N. Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Klenia Felix de Oliveira Bezerra

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

08 set 2019

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba
Práticas
Estratégias de imunização em município do interior da Paraíba resulta em 1º lugar no estado durante campanha de influenza 2024 : relato de experiência
Paraíba