Olá,

Visitante

A inserção da educação popular no cotidiano de trabalho dos profissionais de saúde no município de Maracanaú (CE)

Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa de análise reflexiva, em que se descreve a realização do Curso Edpopsus no período de janeiro a junho de 2014. Foram realizadas três ofertas do curso, compreendendo 12 turmas e totalizando 376 educandos. Os encontros foram realizados em parceria com a Fiocruz e facilitados por Mediadores e Educadores Populares, por meio da utilização de manuais produzidos pelo Ministério da Saúde e técnicas de dinâmicas integrativas, enfatizando o protagonismo dos participantes.

A Educação Popular em Saúde é uma política em implantação. Uma ação pensada como dispositivo desse processo foi o desenvolvimento do Curso de Educação Popular em Saúde para agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate a endemias (ACE). Posto isso, esse trabalho busca relatar a experiência do curso Edpopsus para ACS e ACE no município de Maracanaú.

Esse aprendizado, advindo da construção compartilhada do conhecimento, foi rico de reflexões pelos agentes de saúde nos momentos presenciais, em que relatavam aprender, com momentos prático-reflexivos, a construir junto, novos saberes, facilitando a maneira de compartilhar, aprender-ensinar esses conhecimentos junto à comunidade no cotidiano de trabalho. Possibilitando transformação das práticas profissionais e empoderamento dos sujeitos no cuidado individual e coletivo com a saúde. O curso contribuiu para disparar a discussão sobre a implementação da Política Nacional de Educação Popular em Saúde (PNEPS-SUS), levando a um resgate da cultura popular, incentivando um movimento de mudança das práticas no cuidado a saúde, bem como sua metodologia, baseada no diálogo e na construção compartilhada dos saberes, facilitando a aplicação dos conhecimentos teóricos na prática junto à comunidade, e permitindo o fortalecimento do protagonismo dos sujeitos, o vínculo e a resolubilidade das ações em saúde, como relatado por educandos e a própria gestão.

Principal

Inês Dolores Teles Figueiredo

Coautores

Inês Dolores Teles Figueiredo,Geanne Maria Costa Torres, José Auricélio Bernardo Cândido, Gerlane Holanda de Freitas

A prática foi aplicada em

Maracanaú

Ceará

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Centro Administrativo 6 de Março Av. Durval Tomaz de Souza, 150 – Jereissati

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Inês Dolores Teles Figueiredo

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

09 maio 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar de escolares com necessidades especiais
Paraíba
Práticas
A educação permanente dos profissionais de enfermagem como estratégia no enfrentamento à dengue
Paraíba
Práticas
Oficina de atualizacao dos cadastros para melhoria da cobertura vacinal em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Educação em gênero no SUS e a proteção integral à mulher em situação de violência na atenção primária
Paraíba
Práticas
Era uma vez, apresentando uma história de cuidado e amor – a importância da educação vacinal desde o berço
Paraíba
Práticas
Estratégia de comunicação pública voltada à saúde no ambiente digital em Campina Grande
Paraíba