Olá,

Visitante

A Atuação das Redes de Atenção À Saúde da Família em Volta Redonda-Rj: Relato de Experiência.

As Redes de Atenção à saúde da família são organizações coordenadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde, que ocorrem sob a forma de redes temáticas. As RAS foram propostas como solução para a fragmentação do sistema de saúde vigente e a sua eficácia já foi comprovada em diversos territórios. Dessa forma, é preciso fazer uma análise crítica sobre a forma de implementação dessas redes, para que seja efetiva para toda a população, da forma como foi idealizada e não apenas para uma parcela.O caso clínico aqui vivenciado mostra a fragilidade das redes ao atuar de maneira individualizada não tendo a atenção básica como seu centro norteador.

Os autores vivenciaram o caso clinico de uma paciente de 69 anos moradora de Volta Redonda Rj, Paciente hipertensa, diabética, portadora de insuficiência cardíaca de longa data, e varizes em MMII, mas sem adesão a nenhum tratamento. Desde 2008 é encaminhada para diversos especialistas. Em 2009 recebeu denúncia por partes dos vizinhos devido a presença de ratos no domicílio da paciente, sendo feita a visita da zoonose e realizada a desratização. Atualmente o domicílio permanece em situação insalubre.A paciente é acumuladora. O que podemos observar é que a paciente teve acesso a diversas redes de apoio disponíveis, ao qual podemos citar: atendimento de Urgência e Emergência, equipe de Referência, diferentes especialidades médicas, apoio matricial pelo NASF, assistência pelo CRAS, e por fim o CAPS usina dos sonhos. Em relação ao matriciamento com as especialidades médicas, foi consultado o Sistema de Centrais de Regulação (SISREG) acerca dos encaminhamentos realizados pela UBSF Vila Brasília relacionados a paciente, obtendo as seguintes informações: desde o ano de 2011 a paciente foi encaminhada 14 vezes ao serviço de cardiologia, 5 vezes a dermatologia, 4 vezes ao angiologista, 7 vezes a otorrinolaringologia, 6 vezes a neurologia, 2 vezes ao oftalmologia, 6 vezes para ortopedia, 2 vezes para nefrologia, 1 vez para cirurgia vascular, 1 vez para cirurgia geral, 2 vezes para reumatologia, 1 vez para endocrinologia 1 vez para pneumologia. Nesse mesmo período foram solicitados exames diagnósticos como Tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia e eletrocardiograma. A assistência pelo visto não foi negada a usuária no entanto que forma de atenção foi dada já que hoje permanece sem adesão a nenhum tratamento.

É possível perceber que certas estratégias de ação para este caso só se tornaram possíveis graças à ação integrada RAS + Atenção Básica. Sendo assim, fica explicita a importância e necessidade das RAS, ainda que a sua eficácia não seja total, não por irregularidades no seu planejamento, mas sim por questões inerentes ao ser humano, sendo sua união elemento essencial para que a problemática deixe de ser apenas questão pública e se torne também uma questão humana.A integralidade da atenção não esta apenas no cuidado profissional precisa estar vinculada a toda a estrutura de redes propostas no SUS.

Principal

Camilla Campbell Moreira Chavesmarina Bortolotti Suêvomaria Clara Reis Sampaiovitor Pereira Scarpettesílvia Mello dos Santos

silviamello30@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Paraíba

Nordeste

Instituição

Volta Redonda

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Silvia Mello Ds Santos

Conta vinculada

silviamello30@hotmail.com

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Vivência em atendimento em grupo de portadores de Diabetes Mellitus da Esf Itapuca, Resende, RJ
Rio de Janeiro
Práticas
A descentralização das ações de controle da tuberculose no município de Volta Redonda
Rio de Janeiro
Práticas
O matriciamento de cardiologia e endocrinologia no fortalecimento a atenção à doenças crônicas
Rio de Janeiro
Práticas
A expansão do processo matricial no município de Volta Redonda – uma experiência exitosa
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da equipe multidisciplinar no programa de osteoporose de Penedo – Itatiaia (RJ)
Rio de Janeiro
Práticas
Sensibilização da APS para o cuidado integral da população em situação de rua da cidade de Resende
Rio de Janeiro
Práticas
Coordenação do cuidado, ordenação da rede de atenção à saúde e o e-SUS AB como ferramenta de gestão
Rio de Janeiro