Olá,

Visitante

“Crescer com Saúde”: uma Experiência em Educação Nutricional e Implantação de Cantina Saudável e Horta Escolar em uma Escola do Município de Muqui – Es

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA:Este projeto tem como objetivo promover ações de educação nutricional de forma continuada com os alunos do 1° ao 5° ano desta escola, e com isso formar seres conscientes de suas escolhas alimentares para uma opção de vida mais saudável.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: Inicialmente foi realizado um levantamento com os dados de 2012, no SISVAN-web, das crianças do 1º ao 5º ano da escola Frei Pedro, identificando as que estavam em situação de risco de sobrepeso, sobrepeso e obesidade, de acordo com o parâmetro de IMCxIdade. A partir desses dados foi realizada uma palestra com os pais destas crianças sobre os principais vilões responsáveis pelo sobrepeso e a obesidade infantil.

A obesidade infantil é um sério problema de saúde pública na contemporaneidade, que vem aumentando em todas as camadas sociais da população brasileira, constituindo-se em um tema de grande relevância para programas e projetos relacionados a melhoria da saúde atual e futura dos indivíduos. Prevenir a obesidade infantil significa diminuir, de forma planejada e menos onerosa, a incidência de doenças crônico-degenerativas. A escola é um local importante para realização de projetos de prevenção por seu caráter educativo e pela efetivação dos programas de alimentação escolar (as crianças fazem pelo menos uma refeição nas escolas), apresentando grandes possibilidades para um trabalho de educação nutricional, associado ao aumento da atividade física.A realização deste projeto teve como lócus a cidade de Muqui, localizada no extremo Sul do Estado do Espírito Santo, possui, segundo dados do IBGE de 2010, um total de 14.506 habitantes, onde 5.087 residem na zona rural e 9.309 na zona urbana. Ainda, segundo estes dados, registra-se um número total de 1.034 crianças de 5 a 9 anos. No ano de 2012 foram avaliadas pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) 948 crianças nesta faixa etária, onde se verificou que 27,63% estavam com sobrepeso, sendo 11,70% obesos, o que demonstra uma condição de saúde infantil preocupante, porém mais favorável se comparada aos números do País onde 34,8% das crianças estão com sobrepeso, sendo 16,60% obesos (IBGE/POF 2008-09). Em 2012 foi realizado um levantamento de dados antropométricos de todos os escolares da rede pública municipal de Muqui, e constatou-se um índice de 30,4 %, de sobrepeso nas crianças de 5 a 9 anos na EMEF frei Pedro Domingos Izcara, de acordo com dados do sisvan-web, um número maior que a média municipal, e com isso viu-se a necessidade da realização de um projeto de intervenção da saúde que denominamos de projeto “Crescer com Saúde”.

A educação em saúde deve ser um processo contínuo, então agregar multiplicadores em vários ambientes, como escola, comunidade e no próprio setor de saúde, geram melhores resultados. Neste projeto professores e funcionários abraçaram a idéia de educação nutricional e isto gerou ótimos resultados instigando as crianças a se alimentares de forma mais adequada.Percebe-se como, a partir das ações integradas entre as secretarias municipais de educação e de saude, e da realização de um projeto capaz de envolver os funcionários da escola, os alunos e seus pais, a escola como um todo está aderindo a uma alimentação saudável, proporcionando um processo em cadeia de melhoria da saúde de todos os participantes das ações do programa, com destaque para as crianças, e para a elevação de renda e de incentivo aos pequenos produtores do município, pelo fornecimento direto para a cantina da agroindústria local, que usa para sua produção os alimentos cultivados na região, beneficiando indiretamente os pequenos agricultores locais.Aguns relatos de pais de alunos:“Minha filha sempre consumiu na cantina, porém tenho consciência que está acima de peso, mas a escola nunca ofereceu nada saudável, com o trabalho que estão fazendo com as crianças ela já ficou interessada com as frutas, inclusive quer comprar salada de fruta que será oferecido agora na cantina, acho este projeto muito bom, vocês estão de parabéns.” L.S.M.Mãe de aluna do 2° ano.“Desde a primeira palestra que as crianças tiveram com a nutricionista, sobre os refrigerantes, meu filho tem questionado a alimentação aqui de casa, e acabei diminuindo até nas frituras e inserindo mais legumes, lanchávamos quase todos dias, agora só uma vez por semana e ele (filho) não achou ruim, nem sentiu, vi que está emagrecendo e fico muito feliz pois está brincando mais e com menos vergonha do corpo.” M.C.A.T.Mãe de aluno do 4° ano.

Principal

Christiane Zanol Araujo

saude@muqui.es.gov.br,chriszanol.nutri@gmail.com

A prática foi aplicada em

Muqui

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

Rua: Cel Mateus Paiva 110 Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Christiane Zanol Araujo

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba
Práticas
Projeto Hidrovida: a utilização de terapia aquática como forma de tratamento para idosos com doenças osteomusculares.
Paraíba
Práticas
Assistência multiprofissional aos portadores de hipertensão e diabetes mellitus de uma UBS de Belém do Brejo do Cruz – PB: relato de experiencia
Paraíba