Olá,

Visitante

Programa Língua Livre: Um Diferencial em Anquiloglossia de Bebês no Município de Linhares-Es

A anquiloglossia é o termo que descreve uma anomalia popularmente conhecida como “língua presa”. Seus danos para o binômio mãe-bebê vão muito além dos já conhecidos problemas de fonação e maloclusões dentárias, mais comumente diagnosticados na segunda infância. Para as puérperas e seus lactentes os problemas mais urgentes podem estar ligados a amamentação. O encurtamento do freio limita os movimentos da língua, interferindo na amamentação do bebê, comprometimento mastigatório, na deglutição e fala podendo ou não impactar na vida do indivíduo. Para a mãe, pode gerar dor durante a mamada, mamilos machucados, mastite, angústia.O Teste da “Linguinha” é um método auxiliar no diagnóstico da anquiloglossia. A habilitação de profissionais, de serviços para acompanhamento e realização do procedimento cirúrgico para a soltura do freio se mostram escassos nos municípios. Contudo, é importante analisar os impactos sociais do diagnóstico e tratamento desta anomalia e, nesses casos, a intervenção cirúrgica pode ser indicada para corrigir as alterações do frênulo da língua, geralmente, sendo realizada por cirurgiões dentistas.Metodologia:Com uma população de 179.755 mil habitantes em 2021, uma média de 2500 nascimentos por ano, o Programa Língua Livre teve início em meio à pandemia COVID-19, quando percebeu-se que alguns recém-nascidos do município de Linhares-ES, que apresentavam anquiloglossia (“língua presa”), não tinham acesso à frenotomia.As demandas espontâneas e os encaminhamentos das unidades de saúde da família e das maternidades, são atendidos no ambulatório de pequenas cirurgias da Unidade Sanitária do município, anexo ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e conta com equipe multidisciplinar composta por cirurgião-dentista, fonoaudiólogo e 2 técnicas de enfermagem.O objetivo geral foi tratar a anquiloglossia com humanização, acolhimento, centrado na saúde da família. Os objetivos específicos foram executar intervenção cirúrgica nos recém-nascidos com anquiloglossia para auxiliar a sucção e a amamentação imediatas. Prevenir os possíveis distúrbios orais relacionados à anquiloglossia e tratar as alterações de desenvolvimento já instaladas

Assim, foi importante implantar um programa no município de Linhares-ES que permitisse resolutividade, integralidade e acesso a bebês com anquiloglossia e apoiar as equipes de Saúde da Família (SF) na puericultura, como um fator de auxílio da amamentação e aleitamento materno.As demandas espontâneas e os encaminhamentos das unidades de saúde da família e das maternidades, são atendidos no ambulatório de pequenas cirurgias da Unidade Sanitária do município, anexo ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e conta com equipe multidisciplinar composta por cirurgião-dentista, fonoaudiólogo e 2 técnicas de enfermagem. O “Teste da linguinha” é o principal meio de diagnóstico da anquiloglossia e é realizado pelos profissionais da Saúde da Família (SF), maternidades ou pela equipe do programa, com a finalidade de identificar a limitação dos movimentos da língua dos bebês, preferencialmente antes do primeiro mês de vida, para evitar dificuldades na amamentação, possível perda de peso e desmame precoce.Após a intervenção cirúrgica, a mãe e a criança são estimuladas para a amamentação imediata, reagendados para a consulta de revisão, e contra-referenciados à SF.A transição alimentar e o desmame da criança, bem como o uso de chupetas são informados e orientados aos pais do bebê e encaminhados à SF para a puericultura multiprofissional, apoio ao aleitamento, orientações quanto à transição alimentar.

O tratamento da anquiloglossia nos pacientes recém-nascidos tem se mostrado importante, amparado por método diagnóstico multidisciplinar, integrado, obtido em clínica ampliada e centrado na pessoa e na família.Desenvolvido para atender o ciclo de atenção materno-infantil, aporta a manutenção da amamentação como exercício da promoção, prevenção, recuperação e redução de danos e a ESF, com o apoio do Programa Língua Livre, como modelo assistencial alternativo significante e estruturante para a organização dos serviços e ações, produzindo consideráveis resultados. Uma concepção mais ampla de saúde é pautada na proteção e promoção à saúde dos indivíduos, das famílias e das comunidades de forma integral e contínua. Prevê a produção de vínculos, mudanças das práticas de saúde, implantação do acolhimento, articulação entre os saberes popular e técnico, o reconhecimento da saúde como direito, cidadania e representação da qualidade de vida.É de se considerar que esse programa traz mais uma oportunidade de assistência integral a esse público, sendo a SF a facilitadora no engajamento dos profissionais com a assistência materno-infantil, contemplando importantes valores de acolhimento e vínculo da comunidade com as equipes da SF.A recomendação é que se instale serviços parecidos como este junto às unidades de saúde para apoio, acesso e acolhimento das puérperas, seus bebês e tranquilidade para a família no propósito da amamentação.

Principal

Itamar Francisco Teixeira

itamar_teixeira@terra.com.br

A prática foi aplicada em

RJ

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Linhares

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Itamar Francisco Teixeira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 fev 2016

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba
Práticas
Estratégias de imunização em município do interior da Paraíba resulta em 1º lugar no estado durante campanha de influenza 2024 : relato de experiência
Paraíba