Olá,

Visitante

Implantação do Pré Natal do Parceiro nas Unidades

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: O objetivo é o de sensibilizar, acolher e incluir os parceiros nos cuidados da gestação e na prevenção de doenças como HIV, Hepatites e Sífilis fazendo diagnósticos precoces destas doenças para poder atuar na quebra da cadeia de transmissão das mesmas e na prevenção da transmissão vertical.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: O Pré-natal do parceiro foi implantado na Secretaria Municipal de Saúde pelo Programa de Saúde da Mulher, Programa DST/AIDS e Laboratório Municipal que organizaram em conjunto os fluxos estabelecidos. O Programa de Saúde da Mulher promove capacitações profissionais, normatizações das práticas de saúde e realiza visitas às Unidades Básicas de Saúde dando as orientações sobre o acolhimento e o aconselhamento ao casal, o oferecimento dos exames, mostrando a importância da realização destes testes tanto para a saúde do casal quanto do nascituro. O Laboratório Municipal e o Programa DST AIDS organizaram a coleta, o registro dos exames de sorologia no sistema Hygia (Sistema de Informação utilizado em todas as unidades da Secretaria da Saúde). Os resultados de sorologia são liberados on line neste sistema em no máximo cinco dias úteis. Os exames de sorologia da gestante solicitados no Pré-natal, realizados no laboratório Municipal, incluem os exames: HIV, Toxoplasmose IGG e IGM e HBsAg e Sífilis . No Pré-natal do parceiro são realizados os exames de HIV, HBsAg, anti-HCV e Sífilis. Para facilitar o acesso aos homens nas Unidades de saúde é realizado o atendimento e a coleta dos exames em horários alternativos. O Laboratório mantém um fluxo de informações com os programas de saúde, avisando imediatamente, via email, dos resultados reagentes das gestantes e dos parceiros para que possam ser tomadas precauções imediatas a fim de se quebrar a cadeia de transmissão e com isso atuar também na prevenção da transmissão vertical destas doenças.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS: Para a coleta dos dados foram utilizados os vários bancos de dados mantidos pelo Laboratório Municipal.OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÃO/MONITORAMENTO: No início do processo de implantação pensávamos que a adesão ao Pré-natal do parceiro seria muito baixa e que os homens não estariam dispostos a participar deste momento tão intensamente quanto às mães no que diz respeito ao cuidado com a saúde do nascituro. Fomos surpreendidos pela alta adesão e vimos que se facilitarmos o acesso ao parceiro e oferecermos adequação aos seus horários disponíveis conseguimos a adesão com muito sucesso. Desse modo o homem passa a participar mais assiduamente da gravidez o que promove um aumento do vínculo pai-mãe-filho e do seu envolvimento afetivo e ampliamos o cuidado na prevenção de doenças tanto para a mãe quanto para o bebe.

A atenção básica na gravidez inclui a prevenção, promoção da saúde e o tratamento dos problemas que ocorrem durante o período gestacional e após parto. Em 1998 foi implantado no Município de Ribeirão Preto um protocolo para mulheres que procuram consultas em unidades básicas de saúde com atraso menstrual e suspeita de gravidez. Essas mulheres passam por uma consulta de enfermagem quando é realizado o teste imunocromatográfico rápido de gravidez e sendo o teste positivo, os exames HIV, HBsAg (Hepatite B), Toxoplasmose IGG e IGM, VDRL (Sífilis), Hemograma, Glicose, ABO-Rh, Urina rotina são solicitados. Para incluir o parceiro no Pré-natal, foi implantado em 2012 o Pré Natal do Parceiro que inclui o parceiro nas consultas da gestante e solicitação de exames sorológicos para o diagnóstico de HIV, Hepatites B e C e Sífilis. Na consulta da gestante com a enfermeira é oferecido ao companheiro a possibilidade de participar da consulta médica e realizar exames.

O homem ainda está preso à cultura de que deve ser viril e forte e não procura os serviços de saúde para prevenção, somente quando já necessita de assistência. O Pré-Natal do parceiro é um ótimo momento para chamarmos atenção para a sua saúde fazendo com que conheçam essas morbidades e suas causas para poder preveni-las. Começamos com a realização das sorologias pensando na saúde do homem e na prevenção da transmissão vertical destas doenças para o nascituro. A proposta para o futuro é que aproveitemos este momento para expandir este pacote de exames para a avaliação preventiva de outras doenças como diabetes, hipertensão e dislipidemias para que possamos sensibilizar os homens quanto à importância do cuidado com a saúde.

Principal

Elaine Cristina Manini Minto

sjcmiranda@saude.pmrp.com.br

A prática foi aplicada em

Ribeirão Preto

São Paulo

Sudeste

Instituição

R. Prudente de Moraes, 457 Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Elaine Cristina Manini Minto

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar
Paraíba
Práticas
V amostra Paraíba, aqui tem SUS
Paraíba
Práticas
Autonomia reprodutiva: empoderamento de mulheres em vulnerabilidade através da inserção do DIU
Paraíba
Práticas
Adote um sorriso: auto estima e saúde, buscar sorrisos felizes é nossa prioridade.
Paraíba
Práticas
Adesão às consultas de puericultura: uma intervenção na estratégia de saúde em Esperança – PB
Paraíba
Práticas
Descentralização do cuidado: levando as práticas de atividade física a população da zona rural
Paraíba
Práticas
Reterritorialização: desafios e avanços no município de Campina Grande-PB
Paraíba