Olá,

Visitante

Implantação da Equipe Nasf, em Niterói: Semeadura de Idéias e Prática

Com o advento da necessidade da pactuação do Plano de Ação Regional da Rede de Reabilitação da Pessoa com Deficiência Integrada (RCPD) no município de Niterói, dentre as diferentes estratégias adotadas envolvendo os componentes da atenção básica e especializada, buscou-se qualificar o acesso e os encaminhamentos realizados às unidades da rede municipal de saúde e rede conveniada através de intervenções na estrutura de regulação do município. Dentre as estratégias destacam-se a implantação do RESNIT (Regulação em Saúde de Niterói) e implantação das equipes Núcleo de Apoio de Saúde da Família (NASF) no Programa Médico de Família de Niterói (PMF).Num primeiro momento, a partir de março de 2017, foi implementada uma ferramenta – RESNIT – módulo RCPD. Ferramenta esta desenvolvida pelo Departamento de Controle e Avaliação a partir de um sistema operacional informatizado a fim de facilitar as ações de regulação. Tem como objetivo garantir o acesso aos serviços especializados de reabilitação a partir de cotas definidas e organização da fila conforme pactuação estabelecidas pela PPI e da organização das redes de assistência. Oriundo de experiências e constatações de diferentes demandas durante o processo de implementação do RESNIT-RCPD, tornou-se necessário intervir de forma a qualificar todo o processo de abordagem junto as equipes da atenção básica para qualificação deste processo de encaminhamentos e acesso das pessoas com necessidades de reabilitação efetivamente. Neste contexto, surge então o incentivo para a implementação das equipes NASF contribuindo no acesso aos serviços de reabilitação no município de Niterói.

Trata-se do relato de experiência ocorrente desde março de 2018, da implantação da equipe NASF Jurujuba (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) composta por fonoaudióloga, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional no PMF de Niterói-RJ (Programa Médico de Família) frente à necessidade de qualificação do acesso e atendimento a pessoa com deficiência e fortalecimento da atenção básica no município.

Já numa perspectiva inicial de avaliação neste curto período de inserção é possível observar reflexos positivos de grande relevância frente ao cenário encontrado, tais como: diminuição da demanda reprimida nos encaminhamentos para reabilitação motora, cognitiva e intelectual

Principal

Vinicius Mendes da Fonseca Lima

viniciuslima@id.uff.br

A prática foi aplicada em

Niterói

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Rua Carlos Ermelino Marins s/n

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Vinicius Mendes da Fonseca Lima

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Serviço de Assistência Móvel de Urgência: Análise dos Relatórios de Auditorias
Bahia
Práticas
Programa Municipal de Suplementação Alimentar para Gestantes
Rio Grande do Sul
Práticas
Cooperação Técnico-Científica Entre o Instituto Nacional de Cardiologia e As Redes Regionais de Atenção Cardiovascular no Estado do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Universalidade Menos Equidade = Desigualdade
Pará
Práticas
O Controle Social e a Saúde do Trabalhador: Seminário de Capacitação para o Fortalecimento das Ações na Macrorregião de Sobral
Ceará
Práticas
Mapeamento Digital das Ubss do Município de Iguaba Grande.
Rio de Janeiro
Práticas
Ações Integradas de Atenção a Saúde Indígena no Município de Tocantinópolis-To
Tocantins
Práticas
Implementação do Procolo de Enfermagem na Atenção Básica no Município de Muqui/Es
Espírito Santo
Práticas
Oficina de Ervas Medicinais para Mulheres Rurais (Teresópolis)
Rio de Janeiro
Práticas
Saúde Digital no Municipio de Itapema: Implantação do Atendimento Nutricional online
Santa Catarina