Olá,

Visitante

Grupo Qualidade de Vida: Motivação para Mudança no Estilo de Vida de Pessoas com Sobrepeso e obesidade em uma Unidade Básica de Saúde do Município de oeiras – Pi.

Objetivos e metas da experiência desenvolvida

A obesidade, considerada uma doença crônica não transmissível, progressiva e multifatorial, é definida como o aumento do tecido adiposo, sendo, provavelmente uma das enfermidades mais antigas do homem (Ruth,2010). No Brasil 50,8% estão acima do peso ideal. Destes 17,5% são obesos (Ministério da Saúde, 2014). O SUS, consolidado por meio da Lei Orgânica de Saúde nº 8080/90, que visa criar as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, destaca a vigilância nutricional e alimentar como uma realização integrada das ações assistenciais e das atividades preventivas. A PNAN apresenta como propósito a melhoria das condições de alimentação, nutrição e saúde da população brasileira, mediante a promoção de práticas adequadas e saudáveis, a vigilância alimentar e nutricional, a prevenção e o cuidado integral dos agravos relacionados à alimentação e nutrição. Para tanto está organizada em diretrizes que abrangem o escopo da atenção nutricional no SUS com foco na vigilância, promoção e prevenção e cuidado integral de agravos relacionados à alimentação e nutrição

A experiência se mostra aplicável em qualquer realidade visto à grande prevalência do sobre peso e obesidade nos dias de hoje. Representa uma atividade de custo relativamente baixo por trabalhar aspectos de prevenção e promoção de saúde. Sugere-se que estas estratégias devam ser implantadas de forma continuada e de caráter prático, para que possa produzir efeito desejado na mudança de comportamento alimentar e na redução do peso corpóreo. A obesidade representa um problema de saúde presente na vida de muitos brasileiros, desta forma, atividades desenvolvidas no sentido de prevenir complicações secundárias a essa doença sempre terão importância no que diz respeito à promoção de qualidade de vida para essa população. Conclui-se que atividades realizadas em grupo com acompanhamento continuado, através de equipe multiprofissional, obtêm-se melhores resultados.

Principal

Auridilene Maria da Silva Moreira de Freitas Tapety

aurimoreira2009@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Oeiras

Piauí

Nordeste

Instituição

Av. Assuéro Rego 417

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Auridilene Maria da Silva Moreira de Freitas Tapety

Conta vinculada

emanoel.filho@fiocruz.br

11 set 2016

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Impacto do Programa Antitabagismo no Munícipio de São José da Lagoa Tapada – Pb
Paraíba
Práticas
‘‘Felicidade de Viver’’. Promoção da Atividade Física na Terceira Idade para Melhorar a Qualidade de Vida Física e Mental.
Paraíba
Práticas
Ação Municipal – Juntos Somos Mais Fortes
Tocantins
Práticas
Atenção Domiciliar: a Integralidade do Cuidado Promovendo Saúde e Prevenindo Agravos
Rio de Janeiro
Práticas
Relato de Experiência da Atenção Especializada em Saúde da População Trans no Município de Niterói.
Rio de Janeiro
Práticas
Modelos Assistenciais em Saúde: Desafios e Perspectivas
Rio Grande do Sul
Práticas
A Ótica do Cuidado: Relato de Experiência Sobre o Projeto olhar Brasil Realizado no Município de Vassouras – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Promoção da Saúde a Partir do Resgate da Ancestralidade de Comunidades em Contexto Rural e Quilombola no Município de Natividade
Rio de Janeiro
Práticas
Rede de Atenção com Foco no Cuidado das Pessoas com Doença Falciforme no Município de São Pedro da Aldeia – Rj: Contribuição da Coordenação de Saúde Bucal.
Rio de Janeiro
Práticas
Protocolo para o Cuidado odontológico dos Pacientes com Doença Falciforme no Município de São Pedro da Aldeia – Rj
Rio de Janeiro