Olá,

Visitante

Formação para Conselheiros e Conselheiras em Saúde

Nos últimos anos a gestão participativa foi reconhecida como uma das áreas prioritárias na Secretaria de Saúde de Guarulhos. Houve maior aproximação da gestão com o controle social por meio de reuniões do Conselho Municipal de Saúde e dos Conselhos Gestores das unidades, realização de plenárias da saúde participativa, as mini-conferências, as conferências municipais e regionais de saúde e a oferta de cursos de formação para Conselheiros/as de Saúde. Em relação ao processo de formação de Conselheiros/as de Saúde, até o ano 2015 havia uma formação para os conselheiros/as municipais e outra para os conselheiros/as gestores de saúde. Em 2016 o grupo condutor propôs uma mudança estrutural: unir os dois cursos em um único, passando a ser intitulado como “Formação para Conselheiros e Conselheiras em Saúde”. Este trabalho tem a intenção de apresentar essa mudança pedagógica no processo de formação dos conselheiros/as de saúde, bem como os avanços e desafios identificados.: Para reformulação da proposta pedagógica foi utilizada uma metodologia de encontros dialógicos, voltado para a escuta dos atores envolvidos (usuários/as, trabalhadores/as e gestores/as) – por meio de reuniões do grupo condutor em conjunto com representantes do Conselho Municipal de Saúde, das Regiões de Saúde e outros departamentos da saúde. A partir de então, o grupo condutor elaborou uma Matriz Pedagógica, com temas que contemplassem as expectativas tanto dos conselheiros/as municipais, como dos conselheiros/as gestores. Outro fator que merece destaque foi a redução do tempo de formação, nesse novo formato optou-se por encontros semanais, ou seja, a formação totalizou seis encontros semanais, com carga horária total de 24 horas (4 horas diárias). Ainda, o grupo elaborou um “Caderno para Conselheiros e Conselheiras em Saúde”, com a proposta de um material prático, contendo as informações necessárias para o exercício do controle social, reduzindo a densidade do conteúdo e mantendo as citações das referências, substituindo as duas apostilas anteriormente elaboradas. Utilizando-se de metodologias ativas o grupo primou por garantir um espaço de diálogo aberto e problematizador em cada encontro.

Unificar os dois cursos para Conselheiros/as em Saúde favorecendo maior aproximação e articulação entre os Conselheiros/as Municipais de Saúde e os Conselheiros/as Gestores das unidades de saúde, bem como fortalecer o controle e a participação social no município de Guarulhos.

Como fator positivo destaca-se a participação conjunta dos representantes das duas instâncias – conselho municipal e conselho gestor – no mesmo processo de formação, o qual favoreceu um importante espaço de troca de saberes, onde somaram-se visões diferenciadas sobre a saúde pública no município. Como desafio aponta-se a perspectiva de abranger mais gestores/as, trabalhadores/as e usuários/as da saúde para uma construção crítica, participativa e coletiva do SUS. Outro desafio é oferecer esta formação permanente aberta para população em geral que tenha interesse nas questões de controle social.

Principal

Maria de Jesus de Assis Ribeiro, Aline David de Farias, Margareth Denise Mayoral, Merilin Vieira de Oliveira Alencar, Paulo Cristian Silva de Paula,Tania Regina Toledo.

majesusassis@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Guarulhos

São Paulo

Sudeste

Instituição

Rua Íris, 300 - Sala 35 - Gopoúva

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Maria de Jesus de Assis Ribeiro, Aline David de Farias, Margareth Denise Mayoral, Merilin Vieira de Oliveira Alencar, Paulo Cristian Silva de Paula,Tania Regina Toledo.

Conta vinculada

08 dez 2020

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Centro Administrativo Senador Dr. Teotônio Vilela – Paço Municipal – Bairro Jardim América
Rondônia
Práticas
A Participação da Comunidade na Qualificação dos Processos de Trabalhos das Esfs no Município de Santa Rosa – Rs
Rio Grande do Sul
Práticas
Exitosa Parceria Entre Controle Social e Gestão
Mato Grosso
Práticas
Avaliação da Qualidade e Satisfação do Usuário do SUS com os Hospitais Conveniados
Mato Grosso
Práticas
Análise Institucional dos Conselhos de Saúde de Joinville
Santa Catarina
Práticas
Organização do Modelo de Gestão Através do Planejamento Estratégico
Pernambuco
Práticas
Análise das Principais Potencialidades de Atuação do Conselho Municipal de Saúde de Goianinha/Rn em Relação ao Controle Social na Gestão da Política de Saúde Local
Piauí
Práticas
A Integração do Conselho Municipal de Saúde nas Ações da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Jaboatão dos Guararapes
Pernambuco
Práticas
Informatização da Assistência Farmacêutica e Implantação do Sistema Hórus
Pernambuco
Práticas
Condições do Financiamento em Saúde nos Municípios de Pernambuco ?
Pernambuco