Olá,

Visitante

Dia D de Vacinação nas Ubs da Macro 06

Categoria não especificada

Observando-se as quedas das coberturas vacinais, impulsionadas pela pandemia e circulação de fake News. Vivenciadas no dia a dia dos trabalhadores de saúde que perceberam uma diminuição da procura dos usuários pelas salas de vacina, causando uma redução da cobertura municipal total de vacinas de 82,17% no ano de 2020, com queda em 2021 para 58,73%. A preocupação com a ausência de crianças nas salas de vacina e a análise de indicadores de cobertura “desfavoráveis” levou aos coordenadores de equipe da macro área e das UBSs a discutir e pensar em uma estratégia que pudesse reverter essa situação. Com o objetivo de melhoria das coberturas vacinais iniciou-se no segundo semestre de 2022 um projeto piloto nas 06 Unidades Básicas de Saúde da macro área 6. A ação desenvolvida prioriza um Dia “D” a cada mês com ênfase nos atendimentos à saúde da criança. Nessas atividades estão envolvidos todos os profissionais da UBS, a coordenação de macro área e membros da sociedade como Corpo de Bombeiros, Cavalaria, ONGs como os Pirilampos e acadêmicos de cursos superiores das instituições de ensino da capital. Nesse dia prioriza-se os atendimentos de puericultura, administração de Vitamina A e atualização do calendário vacinal.

Os problemas identificados é o distanciamento da população em busca da imunização por motivos como: fak news, pandemia que passamos recentemente e horarios acessiveis. Os desafios foram escassez de recursos para as atividades, desmotivação das equipes e falta de confiança no processo de trabalho.

A ação desenvolvida prioriza um Dia “D” a cada mês com ênfase nos atendimentos à saúde da criança. Nessas atividades estão envolvidos todos os profissionais da UBS, a coordenação de macro área e membros da sociedade como Corpo de Bombeiros, Cavalaria, ONGs como os Pirilampos e acadêmicos de cursos superiores das instituições de ensino da capital. As ações preveem a realização de diversas atividades voltada a saúde da criança, como consulta de puericulturas realizadas pelos enfermeiros e médicos das UBSs, administração da mega dose de vitamina A, consultas odontológicas e principalmente a atualização do calendário vacinal.

Como principais desafios citamos a desmotivação das equipes em aderir ao projeto. Muitos relatos de outras estratégias sem sucesso e a falta de confiança que a ação não poderia trazer resultados positivos. A escassez de recursos para as atividades também foi desafio a ser superado. Transposto pela criação de parcerias com as instituições participantes. Todos os desafios foram pequenos ao olharmos para os resultados, que podem ser verificados nos números e nas coberturas e também no testemunho dos profissionais participantes. Que as estrategias pensadas venham ser planejadas e compartilhadas com as equipes para que juntos possamos orgganizar e executa-las.

Principal

CHRISTIANNY FILGUEIRAS MARQUES PAIVA

Coautores

ANDRE LUIZ DE SOUZA CRUZ

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Caminhos estratégicos da APS frente a cobertura vacinal no município de Bernardino Batista
Paraíba
Práticas
Ampliando leque da rede: fortalecimento dos vínculos entre equipes e escola.
Paraíba
Práticas
Relato de experiência: humanização na atenção ao usuário no pronto atendimento de Pilar (PB))
Paraíba
Práticas
Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência
Paraíba
Práticas
Paciente protagonista de sua terapia: o cuidado farmacêutico com pacientes atendidos no CAPS de Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Atenção e cuidado ao paciente portador de feridas no SUS em Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Quando a saúde vai além dos muros das UBS
Rio de Janeiro