Olá,

Visitante

Ampliação do Acesso da População Canaverdense a Consultas Médicas na Atenção Básica e Saúde do Trabalhador

A Estratégia Saúde da Família (ESF) prioriza as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde dos indivíduos e da família, de forma integral e contínua, com o objetivo de reorganizar a prática assistencial da atenção primária, em substituição ao modelo tradicional, centrado na consulta médica, orientado para cura de doenças e realizado principalmente em hospitais. Altas taxas de internações por condições sensíveis à atenção primária em uma população, ou subgrupo(s) desta, podem indicar sérios problemas de acesso ao sistema de saúde ou de seu desempenho.A atenção primária fortalecida e adequadamente estruturada é fundamental na organização dos sistemas de saúde. Nesse contexto, a utilização de processos avaliativos contribui para que gestores e profissionais adquiram conhecimentos necessários à tomada de decisão voltada ao atendimento das demandas e necessidades de saúde para ampliar a resolubilidade do sistema. O município de Cana Verde está localizado na macrorregião Oeste de Minas Gerais, possui população estimada em 5.738 habitantes. O município conta com 2 (duas) Unidades Básicas de Saúde, que funcionam no horário de 7 às 17 horas para atendimento das demandas básicas da população, as consultas de urgência e fora deste horário eram direcionadas ao Pronto Atendimento Municipal de Campo Belo.Após avaliação do número de consultas realizadas no Pronto Atendimento de Campo Belo por residentes de Cana Verde, observou-se a necessidade de melhorias dos índices de promoção e prevenção da saúde desenvolvida no município, assim como ampliação do acesso a consultas médicas básicas. Um dos pontos críticos identificados foi o alto índice de deslocamento da população para realização de consulta não urgentes no Pronto Atendimento de Campo Belo, assim como a dificuldade dos trabalhadores em realizarem consultas médicas de rotina para prevenção de complicações de situações crônicas devido aos horários de funcionamento das unidades.O objetivo do projeto foi ofertar a população maior acesso ao serviço de Atenção Básica Municipal, assim como atendimento às urgências que podem ser resolvidas dentro da unidade básica e ampliar acesso a consultas médicas de trabalhadores.Buscando ampliar o acesso da população do município o Prefeito municipal de Cana Verde, juntamente com o Gestor de Saúde resolveram ofertar aos usuários consultas médicas até às 22 horas, para ampliação do acesso principalmente de trabalhadores, visando reduzir os números de atendimentos em Pronto-socorro desta população, reduzindo agudisações de condições crônicas que necessitam de atenção médica para melhor controle dos quadros.

O alto índice de deslocamento da população para realização de consulta não urgentes no Pronto Atendimento de Campo Belo, assim como a dificuldade dos trabalhadores em realizarem consultas médicas de rotina para prevenção de complicações de situações crônicas devido aos horários de funcionamento das unidades.

Ressaltamos que essa oferta só foi possível graças a oferta de médicos através do Programa Mais médicos que desafogou os gastos do município com médicos de Saúde da Família sendo então possível a contratação de mais profissionais para o município.

Principal

Suélen Mary Carneiro de Almieda - Carlos Magno Isidoro - Weligton de Carvalho

smscvmg@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Cana Verde

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

RUA CARMELIA CARVALHO GARCIA

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Suélen Mary Carneiro de Almieda - Carlos Magno Isidoro - Weligton de Carvalho

Conta vinculada

02 nov 2020

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Serviço de Assistência Móvel de Urgência: Análise dos Relatórios de Auditorias
Bahia
Práticas
Programa Municipal de Suplementação Alimentar para Gestantes
Rio Grande do Sul
Práticas
Cooperação Técnico-Científica Entre o Instituto Nacional de Cardiologia e As Redes Regionais de Atenção Cardiovascular no Estado do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Universalidade Menos Equidade = Desigualdade
Pará
Práticas
O Controle Social e a Saúde do Trabalhador: Seminário de Capacitação para o Fortalecimento das Ações na Macrorregião de Sobral
Ceará
Práticas
Mapeamento Digital das Ubss do Município de Iguaba Grande.
Rio de Janeiro
Práticas
Ações Integradas de Atenção a Saúde Indígena no Município de Tocantinópolis-To
Tocantins
Práticas
Implementação do Procolo de Enfermagem na Atenção Básica no Município de Muqui/Es
Espírito Santo
Práticas
Oficina de Ervas Medicinais para Mulheres Rurais (Teresópolis)
Rio de Janeiro
Práticas
Saúde Digital no Municipio de Itapema: Implantação do Atendimento Nutricional online
Santa Catarina