Olá,

Visitante

Abordagem Multidisciplinar Domiciliar nos Diferentes Níveis de Atenção

Dada a dificuldade de acesso aos diferentes niveis de saúde, foi abordado o caso de um paciente de modo a garantir atenção integral, baseando-se no principio da equidade. PACIENTE C. S. G., SEXO MASCULINO, 45 ANOS, É PORTADOR DE HIV EM TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO COM A INFECTOLOGIA, EPILEPSIA E COM HISTORIA PREVIA DE USO DE DROGAS E ALCOOL. DURANTE A AVALIAÇÃO DO MESMO FOI EVIDENCIADA REDUÇÃO DE ACUIDADE VISUAL, SENDO NECESSÁRIO ACOMPANHAMENTO PELA EQUIPE DE OFTALMOLOGIA DA ATENÇÃO SECUNDÁRIA. APRESENTOU PERDA VISUAL PROGRESSIVA NOS ULTIMOS 6 MESES COM SEGUIMENTO COM PROGNOSTICO RESERVADO. APÓS, APRESENTOU LESÃO VEGETANTE COM CONSEQUENTE ULCERA EM REGIAO DE PALATO DURO, SENDO ENTÃO AVALIADO PELA ODONTOLOGIA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA QUE INDICOU BIOPSIA DA LESAO. REALIZADA BIOPSIA DA LESÃO COM RESULTADO POSITIVO PARA HISTOPLASMOSE, SEM POSSIBILIDADE DE LESÃO MALIGNA. APÓS, FOI ENCAMINHADO AO HOSPITAL FLAVIO LEAL PARA TRATAMENTO, POIS O MESMO NÃO TINHA MAIS A CAPACIDADE DE DEGLUTIÇÃO CAUSADA PELA LESÃO (DISFAGIA).NA UNIDADE SECUNDÁRIA TEVE O MANEJO CLINICO ADEQUADO, INCLUSIVE COM USO DE NUTRIÇÃO ENTERAL ATÉ MELHORA CLÍNICA E POSSIBILIDADE DE DIETA POR VIA ORAL E ATENÇÃO PELO SERVIÇO SOCIAL (HOSP FLAVIO LEAL E VIGILANCIA EM SAUDE) QUE FACILITOU A COMUNICAÇÃO COM A FAMÍLIA E OS DIFERENTES NÍVEIS DE ATENÇÃO.APÓS PERIODO DE INTERNAÇÃO, TEVE ALTA HOSPITALAR, DEMANDANDO CUIDADOS NO LEITO E ACOMPANHAMENTO PELA ATENÇÃO BÁSICA, ALÉM DE TRATAMENTO CONTINUADO PARA AS PATOLOGIAS DE BASE. PORÉM, O PACIENTE NECESSITAVA DE CUIDADOR DE REFERÊNCIA, O QUE FOI DIFICULTADO PELA HISTÓRIA SOCIAL E FAMILIAR COM LAÇOS AFETIVOS FRAGILIZADOS, QUE NÃO POSSUI FILHOS E MORA COM A MÃE – IDOSA, PORTADORA DE SEQUELA DE AVEi, INCAPAZ DE REALIZAR O CUIDADO DO MESMO. DESTA MANEIRA, NOVAMENTE A INTEGRAÇÃO ENTRE OS SETORES DE SAÚDE PÔDE GARANTIR PELA ASSITENCIA SOCIAL DO HOSP FLAVIO LEAL E ATENÇÃO PRIMÁRIA (USF VARJÃO), O ACESSO AOS CUIDADOS DE UM ABRIGO ESPECIALIZADO EM PACIENTES PORTADORES DE HIV, GARANTINDO ASSIM O CUIDADO INTEGRAL, UNIVERSAL, EQUALITARIO E HUMANIZADO.

Dificuldade de acesso à atenção multidisciplinar e aos diferentes níveis de atenção e de garantia dos princípios e preceitos do SUS.

IMPLEMENTAÇÃO DE MELHOR COMUNICAÇÃO ENTRE OS NIVEIS DE ATENÇÃO E ARTICULAÇÃO DAS EQUIPES MULTIDICIPLINARES

Principal

Pedro Ávila Monteiro de Castro

gabinete.saude@pirai.rj.gov.br

A prática foi aplicada em

Piraí

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Pedro Ávila Monteiro de Castro

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba