Olá,

Visitante

A Trajetória das Ações Controle do Tabagismo no Município de Vitória

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: Implementação das ações de controle do tabagismo realizadas pelo município Vitória no período de 2008-2012, apontando os avanços, os desafios que determinaram o alcance da redução de 40% na prevalência de fumantes. DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: Capacitação dos profissionais de saúde

O tabagismo é amplamente reconhecido como uma doença epidêmica resultante da dependência de nicotina e classificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no grupo dos transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso de substâncias psicoativas, na Décima Revisão da Classificação Internacional de Doenças – CID-10 (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE, 1997). É a principal causa de morte evitável no mundo (5 milhões de mortes por ano), quando comparado a outras doenças e/ou problemas que levam à morte, e também é considerado um fator de risco para as seis das oito principais causas de mortes no mundo, matando uma pessoa a cada seis segundos. O Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT), iniciado desde 1989, sob a coordenação e organização do Instituto Nacional de Câncer, objetiva reduzir a prevalência de fumantes em nosso país e a consequente morbimortalidade por doenças tabaco-relacionadas. Em 2004, ampliou a abordagem e tratamento do tabagismo para atenção básica e média complexidade e aprovou o Plano para Implantação da Abordagem e Tratamento do Tabagismo no SUS e o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas a serem utilizadas na abordagem ao fumante. Assim, as políticas elaboradas para o controle do tabagismo e as medidas adotadas para contenção do consumo do tabaco, principalmente por meio do Programa Nacional de Controle do Tabagismo, fizeram com que cada vez mais fumantes procurassem os serviços de saúde para deixar de fumar. No município de Vitória, a implantação do Programa Municipal de Controle do Tabagismo e Outros Fatores de Risco de Câncer (PMCT) ocorreu desde 1998 e em 2001 iniciou o tratamento do tabagista nas unidades básicas de saúde. E no decorrer dos anos vem implementando ações de controle do tabagismo, como ações educativas, pontuais e contínuas, além das formações para qualificar as ações de controle do tabagismo no município de Vitória.

Face aos resultados alcançados, sugere-se correlaciona-los com o comportamento das condições sensíveis á atenção básica no mesmo período. Além disto, fica a sugestão de monitoramento e avaliação das ações de controle do tabagismo face aos resultados do VIGITEL e demais fontes aqui apontadas para verificar como a prevalência de fumantes se apresenta em relação à intervenção realizada.A despeito da magnitude desse problema de saúde, ainda há muito no que se avançar. É notória a importância da intersetorialidade, com a articulação da educação, cultura, esporte, dentre outros setores. Além disso, faz-se necessário investir em ações de promoção e prevenção que contemplem os adolescentes e jovens para que não iniciem o uso do tabaco. Outro desafio é ultrapassar a dificuldades de adesão dos profissionais de saúde na atenção ao tabagista, pois muitos profissionais ainda não visualizam a questão do tabagismo como um grande problema social e de saúde que precisa ser valorizado e que necessita de intervenção. Contudo, o município de Vitória tem alcançado resultados significativos, devido o empenho naampliação do número de profissionais com formação para atuar no programa e do número de serviços para a atenção ao tabagista, bem como tem investido na sensibilização dos profissionais e da população como um todo para a problemática do tabagismo.

Principal

Eliane Moreira da Costa

dkbehning@vitoria.es.gov.br

A prática foi aplicada em

Vitória

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

AVENIDA MARECHAL MASCARENHAS DE MORAES, 1185, FORTE SÃO JOÃO

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Eliane Moreira da Costa

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

08 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba