Olá,

Visitante

A Segurança do Paciente para Melhoria do Cuidado Nutricional

INTRODUÇÃO: Apesar do crescente interesse na segurança dos pacientes, ainda é generalizada a falta de sensibilização para o problema, vale apontar que no processo do cuidado nutricional, pouco se discute a temática da segurança do paciente, assim, deve-se estimular atitudes que evidenciam a cultura da segurança do paciente. METODOLOGIA: O estudo foi realizado no Município de Casimiro de Abreu que faz a distribuição de fórmulas nutricionais, através da Coordenação de Nutrição, para pacientes em risco nutricional e social, sendo os pacientes acompanhados mensalmente pelo serviço de nutrição. Foi selecionado aleatoriamente doze pacientes, sendo menores de 1 mês até 24 meses, que fazem acompanhamento no serviço ambulatorial de Nutrição, e recebem fórmulas nutricionais de acordo com a prescrição do serviço de nutrição. OBJETIVOS: Contribuir para a melhoria da qualidade do cuidado nutricional, reduzindo possíveis danos aos pacientes durante a utilização de fórmulas nutricionais. RESULTADOS: Os resultados revelam que a segurança do paciente pode está comprometida frente ao cuidado nutricional, na perspectiva dos profissionais de saúde, estes necessitam adquirir competências para prescrição segura de fórmulas nutricionais, logo do ponto de vista da Rede de Atenção, garantir a continuidade do suplemento nutricional. Já os responsáveis pelos menores devem ser habilitados para tarefas simples como: no preparo da mamadeira, esterilização dos materiais utilizados, fervura ou filtragem da água, utilizar a quantidade recomendada das fórmulas, onde todas estas situações interferem diretamente na segurança do paciente. foram feitas sugestões para o cuidado nutricional, que foram implementadas no serviço municipal. CONCLUSÕES: É preciso construir uma cultura de segurança do paciente em que os profissionais e os serviços compartilhem, entre si, práticas, valores, atitudes e comportamentos de redução ao dano e promoção do cuidado seguro. O fortalecimento da cultura de segurança entre os profissionais destaca-se como um importante fator condicionador ao desenvolvimento institucional de estratégias para melhoria da qualidade e redução de danos no cuidado.

Melhoria da qualidade do cuidado nutricional, reduzindo possíveis danos aos pacientes durante a utilização de fórmulas nutricionais.

É preciso construir uma cultura de segurança do paciente em que os profissionais e os serviços compartilhem, entre si, práticas, valores, atitudes e comportamentos de redução ao dano e promoção do cuidado seguro. O fortalecimento da cultura de segurança entre os profissionais destaca-se como um importante fator condicionador ao desenvolvimento institucional de estratégias para melhoria da qualidade e redução de danos no cuidado.

Principal

Simone Marchon

simonemarchon@gmail.com

A prática foi aplicada em

Casimiro de Abreu

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

• Rua Franklin José dos Santos, 271, Centro. 28.860-000 Casimiro de Abreu / Rio de Janeiro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Simone Marchon

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

12 out 2020

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Rede de Comunicação do Controle Social: Núcleos de Comunicação dos Conselhos de Saúde
Ceará
Práticas
A Construção de Um Sistema de Informação para o Planejamento em Saúde
Santa Catarina
Práticas
Observatório Tuberculose Brasil
Rio de Janeiro
Práticas
Implementação da Coordenação da Atenção Básica
Paraná
Práticas
O Uso do Weblog e das Redes Sociais na Divulgação de Informação Científica Imparcial Como Ferramenta para Promoção do Uso Correto e Seguro de Medicamentos
Minas Gerais
Práticas
Ensino, Serviço e Saúde – Articulação do Município com a Universidade – a Experiência da Ris
Rio Grande do Sul
Práticas
Construção do Plano de Educação Permanente da Aps
Rio Grande do Sul
Práticas
Avaliação de Desempenho Individual Como Fator de Desenvolvimento Profissional: o Modelo Automatizado da Secretaria de Saúde do Município de Manaus
Amazonas
Práticas
Gente como agente de saúde: educação permanente para o ACS
Minas Gerais
Práticas
#Quarentenasf: Possibilidades de Educação em Saúde pelo Uso Sistematizado da Plataforma Instagram na Pandemia de Covid-19
Rio de Janeiro