Olá,

Visitante

Saúde Prisional e Equipe de Saúde: Serviços Multidisciplinares na Cadeia Pública de Itabaiana – Pb

A atenção em saúde no sistema prisional de Itabaiana – PB assegura juntamente ao estado seus direitos fundamentais aos cárceres, pelo fator principal dos mesmos encontrarem-se inteiramente sobre custodia do estado. Esse trabalho é embasado na pesquisa qualitativa, pois baseia-se no caráter subjetivo, narrativas e ideias. A fisioterapia se faz necessária por sua população ser tabagista e apresentarem riscos de hipoventilação e atelectasia mediante a diminuição da capacidade pulmonar, necessitando assim de fisioterapia respiratória para melhorar a capacidade pulmonar e expansibilidade torácica, tão quão patologias alojadas osteomioarticular traumáticas e não traumáticas, necessitando de fisioterapia motora. Já a psicologia busca oferecer subsídios para a reflexão e ampliação das ações na prática cotidiana. Não podemos deixar de apontar que os desafios e as dificuldades enfrentadas nesse campo é descomunal e que mediante esforços buscamos práticas inovadoras. Seu foco principal seria a convivência dos presos e saúde emocional. No contexto alimentar e nutricional, são requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, é um direito humano que visa assegurar o cumprimento fundamental para a segurança alimentar e nutricional, sendo expressão importante na vida cotidiana da massa carcerária. Por fim, contamos com atendimentos médico, odontológico e suporte diário da enfermagem.

Contribuir efetivamente no processo de trabalho do serviço de saúde na atenção a pessoa privada de liberdade, conhecendo os elementos do processo, suas particularidades e especificidade desse ambiente.

Diante do exposto, refletimos sobre o que é o processo de trabalho em saúde da pessoa privada de liberdade considerando as práticas da equipe e suas especificidades no campo de saúde dessa população especifica. O SUS possibilita através da PNA mudar o comportamento do indivíduo a respeito da sua saúde, por fim, ainda existem dificuldades em levar uma política pública, para fazer-se valer, de fato, no cotidiano das ações do sistema prisional.

Principal

Renan da Silva Bezerra de Lima

renangestor@bol.com.br

A prática foi aplicada em

Itabaiana

Paraíba

Nordeste

Instituição

Itabaiana

Uma organização do tipo

Organização social

Foi cadastrada por

Renan da Silva Bezerra de Lima

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Serviços Farmacêuticos na Alta Hospitalar – Projeto para Hospitais Pediátricos
Tocantins
Práticas
Voltando a respirar: reabilitação fisioterapêutica na Síndrome pós Covid-19
Paraíba
Práticas
Redução do Índice de Hospitalização a Partir da Implantação do Serviço de Atenção Domiciliar
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do matriciamento em saúde do idoso nas ESF do município de Itabirito (MG)
Minas Gerais
Práticas
Criação da Subsecretaria de Regulação, Controle e Avaliação, Contratualização e Auditoria
Rio de Janeiro
Práticas
Cuidado Fisioterápico ao Idoso do Cordão Encarnado I para Manutenção da Funcionalidade e Qualidade de Vida Associado Aos Saberes Multidisciplinares da Atenção Básica
Paraíba
Práticas
Programa Municipal de Reabilitação Pós Covid-19Projeto Reabilitar
Paraíba
Práticas
Reavaliação Médica para Usuários Que Aguardam em Fila de Espera para Consultas e Exames Especializados, Como Ferramenta Reguladora no Município de Pinhais.
Paraná
Práticas
Implantação da Rede de Atenção e Prevenção ao Suicídio de Anastácio/Ms: uma Realidade Possível
Mato Grosso do Sul
Práticas
O Apoio do Telessaúde/Paraná na Regulação de Filas para Consultas Especializadas. Relato de Experiência do Município de Pinhais.
4 / 512345