Olá,

Visitante

Saúde Prisional e Equipe de Saúde: Serviços Multidisciplinares na Cadeia Pública de Itabaiana – Pb

A atenção em saúde no sistema prisional de Itabaiana – PB assegura juntamente ao estado seus direitos fundamentais aos cárceres, pelo fator principal dos mesmos encontrarem-se inteiramente sobre custodia do estado. Esse trabalho é embasado na pesquisa qualitativa, pois baseia-se no caráter subjetivo, narrativas e ideias. A fisioterapia se faz necessária por sua população ser tabagista e apresentarem riscos de hipoventilação e atelectasia mediante a diminuição da capacidade pulmonar, necessitando assim de fisioterapia respiratória para melhorar a capacidade pulmonar e expansibilidade torácica, tão quão patologias alojadas osteomioarticular traumáticas e não traumáticas, necessitando de fisioterapia motora. Já a psicologia busca oferecer subsídios para a reflexão e ampliação das ações na prática cotidiana. Não podemos deixar de apontar que os desafios e as dificuldades enfrentadas nesse campo é descomunal e que mediante esforços buscamos práticas inovadoras. Seu foco principal seria a convivência dos presos e saúde emocional. No contexto alimentar e nutricional, são requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, é um direito humano que visa assegurar o cumprimento fundamental para a segurança alimentar e nutricional, sendo expressão importante na vida cotidiana da massa carcerária. Por fim, contamos com atendimentos médico, odontológico e suporte diário da enfermagem.

Contribuir efetivamente no processo de trabalho do serviço de saúde na atenção a pessoa privada de liberdade, conhecendo os elementos do processo, suas particularidades e especificidade desse ambiente.

Diante do exposto, refletimos sobre o que é o processo de trabalho em saúde da pessoa privada de liberdade considerando as práticas da equipe e suas especificidades no campo de saúde dessa população especifica. O SUS possibilita através da PNA mudar o comportamento do indivíduo a respeito da sua saúde, por fim, ainda existem dificuldades em levar uma política pública, para fazer-se valer, de fato, no cotidiano das ações do sistema prisional.

Principal

Renan da Silva Bezerra de Lima

renangestor@bol.com.br

A prática foi aplicada em

Itabaiana

Paraíba

Nordeste

Instituição

Itabaiana

Uma organização do tipo

Organização social

Foi cadastrada por

Renan da Silva Bezerra de Lima

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Reorganização do Polo de oncologia de Cabo Frio
Rio de Janeiro
Práticas
Serviços Farmacêuticos na Alta Hospitalar – Projeto para Hospitais Pediátricos
Tocantins
Práticas
Voltando a respirar: reabilitação fisioterapêutica na Síndrome pós Covid-19
Paraíba
Práticas
Redução do Índice de Hospitalização a Partir da Implantação do Serviço de Atenção Domiciliar
Rio de Janeiro
Práticas
Criação da Subsecretaria de Regulação, Controle e Avaliação, Contratualização e Auditoria
Rio de Janeiro
Práticas
Cuidado Fisioterápico ao Idoso do Cordão Encarnado I para Manutenção da Funcionalidade e Qualidade de Vida Associado Aos Saberes Multidisciplinares da Atenção Básica
Paraíba
Práticas
Programa Municipal de Reabilitação Pós Covid-19Projeto Reabilitar
Paraíba
Práticas
Reavaliação Médica para Usuários Que Aguardam em Fila de Espera para Consultas e Exames Especializados, Como Ferramenta Reguladora no Município de Pinhais.
Paraná
Práticas
Implantação da Rede de Atenção e Prevenção ao Suicídio de Anastácio/Ms: uma Realidade Possível
Mato Grosso do Sul
Práticas
O Apoio do Telessaúde/Paraná na Regulação de Filas para Consultas Especializadas. Relato de Experiência do Município de Pinhais.
3 / 41234