Olá,

Visitante

Saúde Prisional e Equipe de Saúde: Serviços Multidisciplinares na Cadeia Pública de Itabaiana – Pb

A atenção em saúde no sistema prisional de Itabaiana – PB assegura juntamente ao estado seus direitos fundamentais aos cárceres, pelo fator principal dos mesmos encontrarem-se inteiramente sobre custodia do estado. Esse trabalho é embasado na pesquisa qualitativa, pois baseia-se no caráter subjetivo, narrativas e ideias. A fisioterapia se faz necessária por sua população ser tabagista e apresentarem riscos de hipoventilação e atelectasia mediante a diminuição da capacidade pulmonar, necessitando assim de fisioterapia respiratória para melhorar a capacidade pulmonar e expansibilidade torácica, tão quão patologias alojadas osteomioarticular traumáticas e não traumáticas, necessitando de fisioterapia motora. Já a psicologia busca oferecer subsídios para a reflexão e ampliação das ações na prática cotidiana. Não podemos deixar de apontar que os desafios e as dificuldades enfrentadas nesse campo é descomunal e que mediante esforços buscamos práticas inovadoras. Seu foco principal seria a convivência dos presos e saúde emocional. No contexto alimentar e nutricional, são requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, é um direito humano que visa assegurar o cumprimento fundamental para a segurança alimentar e nutricional, sendo expressão importante na vida cotidiana da massa carcerária. Por fim, contamos com atendimentos médico, odontológico e suporte diário da enfermagem.

Contribuir efetivamente no processo de trabalho do serviço de saúde na atenção a pessoa privada de liberdade, conhecendo os elementos do processo, suas particularidades e especificidade desse ambiente.

Diante do exposto, refletimos sobre o que é o processo de trabalho em saúde da pessoa privada de liberdade considerando as práticas da equipe e suas especificidades no campo de saúde dessa população especifica. O SUS possibilita através da PNA mudar o comportamento do indivíduo a respeito da sua saúde, por fim, ainda existem dificuldades em levar uma política pública, para fazer-se valer, de fato, no cotidiano das ações do sistema prisional.

Principal

Renan da Silva Bezerra de Lima

renangestor@bol.com.br

A prática foi aplicada em

Itabaiana

Paraíba

Nordeste

Instituição

Itabaiana

Uma organização do tipo

Organização social

Foi cadastrada por

Renan da Silva Bezerra de Lima

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Modelo de Atenção Domiciliar para a Melhora Qualidade de Vida dos Assistidos.
Rio de Janeiro
Práticas
Preparando para a Grande Mudança” Assistência ao Usuário Candidato a Cirurgia Bariátrica: uma Vivência na Rede de Atenção Básica do Município de Juruaia/Mg
Minas Gerais
Práticas
Impacto da Telemedicina e Seu Sistema na Saúde Pública em uma Policlinica na Serra de Ibiapaba: Um Relato de Experiencia.
Ceará
Práticas
Resgatando e Acolhendo os Sorrisos Especiais: Um Novo Conceito no Atendimento odontológico dos Pacientes Neuropsicomotores no Município de Itabaiana.
Paraíba
Práticas
Transformando Sorrisos: Experiência Exitosa em Crianças Acompanhadas pela Ubsf Igaraçu em Borba/Am
Amazonas
Práticas
Educação em Saúde da Criança e Análise Epidemiológica do Perfil da Demanda Ambulatorial Atendida no Hospital Infantil Cosme e Damião (Hicd) em Porto Velho, Rondônia, Brasil.
Rondônia
Práticas
Implantação do Ambulatorio de Ulceras Vasculares e Arteriais no Municipio de Canela Rs
Rio Grande do Sul
Práticas
Estratégias para Redução do Índice de Quedas de Pacientes em uma Unidade de Internação Clínica da Rede Hospitalar Federal do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Serviço Especializado em Saúde Bucal em Um Município de Pequeno Porte – Apiacá/Es: Ferramentas, Desafios e Iniciativas Próprias.
Espírito Santo
Práticas
Tratamento odontológico Sob Anestesia Geral para Pacientes com Deficiência no Município de Piraí: uma Trajetória pela Busca da Integralidade da Atenção.
Rio de Janeiro
2 / 41234