Olá,

Visitante

Roda de Gestão: Instrumento Transformador do Modelo de Atenção Primária À Saúde

Introdução: A discussão sobre gestão da atenção básica e modelos de atenção vem assumindo, progressivamente, certa relevância na formulação de políticas de saúde no Brasil. Assim, a NOB?96 concebia para o SUS ?um modelo de atenção centrado na qualidade de vida das pessoas e do seu meio ambiente, bem como na relação da equipe de saúde com a comunidade, especialmente com os seus núcleos sociais primários ? as famílias?. A cogestão apresenta-se como um projeto de construção de compromisso e solidariedade com o interesse público, de capacidade reflexiva e autonomia dos sujeitos. A roda de Gestão apresenta-se no contexto das práticas de saúde como experiência de co-estão, que propõe adaptar e moldar os sujeitos, assegurando o sentido de organização e estimulando capacidade de reflexão, de co-gestão na realização profissional e pessoal, cujas abordagens envolvem no exercício da experiência dimensões administrativas, pedagógicas, políticas e terapêuticas. Objetivo: Relatar a experiência com ?Roda de Gestão? na Coordenadoria Regional de Saúde I (CORS 1). Metodologia: Estudo de natureza descritiva do tipo relato de experiência, realizado a partir das vivências dos autores nas rodas que compõem a CORS 1, são estas, roda dos coordenadores das UAPS e roda do corpo técnico. Como fontes de coletas e informações utilizamos o livro ata, apropriamos da etnografia. Período estudado janeiro a outubro de 2013, na Coordenadoria Regional de Saúde I de Fortaleza.

A roda de gestão apresenta-se como um dos principais espaços de transformação do modelo de atenção à saúde, norteando a abordagem do cuidado aos indivíduos sob o olhar da equipe multiprofissional. Independentemente da função ou cargo que exercem, da equipe que integram ou do grau de escolaridade que possuem, todos os profissionais têm a oportunidade de repensar sua forma de ver o indivíduo no âmbito do processo saúde-doença, fazer intervenção e implantar ações de forma participativa. .

Principal

Aradi Ciarlini

A prática foi aplicada em

Fortaleza

Ceará

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Aradi Ciarlini

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Relato de Experiência da Implantação dos Conselhos Distritais e Locais de Saúde em João Pessoa ? Pb.
Paraíba
Práticas
Organização do Sistema Loco-Regional das Pacientes com SUSpeita de Câncer de Mama no Hospital Regional de Cotia
São Paulo
Práticas
A Arte da Escuta
São Paulo
Práticas
A Pesquisa de Satisfação dos Usuários SUS em Hortolândia: o Fortalecimento da Participação Popular
São Paulo
Práticas
Ouvidoria Ghc – Espaço de Escuta e de Participação Popular
Rio Grande do Sul
Práticas
Educação Popular, Saúde e Participação Popular: Relato de Experiência de Projeto de Intervenção de Estudantes de Medicina em uma Comunidade
Paraíba
Práticas
Participação Social no Campo da Saúde Mental
Ceará
Práticas
Conversando Sobre Saúde com a População
Piauí
Práticas
O DenaSUS no Controle Interno dos Laboratórios de Citopatologia no Âmbito do SUS, Brasil, 2011 e a Efetividade Desta Ação
Distrito Federal
Práticas
Estratégia de Fortalecimento da Gestão Regionalizada em Saúde: a Experiência de Qualificação Profissional em Pernambuco.
Pernambuco