Olá,

Visitante

Regulação do Acesso À Atenção Especializada: des coberta de um Iceberg e des afios A Serem Superados

Instituído o Núcleo de Regulação Municipal, foram adotadas ações regulatórias, funcionando como observatório do sistema identificando pontos vulneráveis e fundamentando intervenções dirigidas. A guia de referência e contra-referência municipal, foi adotada para a comunicação entre a rede, regulada de acordo com protocolos estabelecidos. o núcleo funciona integrado a Central de regulação, para gerir o processo e garantir acesso aos serviços de saúde. em Novo Horizonte em 2017 havia demanda reprimida para especialidades: ortopedia espera de 06 meses para primeira consulta cardiologia 02 meses, pneumologia 03 meses e oftalmologia 06 meses. Importa ressaltar que o atendimento era agendado por livre demanda, ocasionando filas nos dias pré-determinados de agendamento (pessoas dormindo na porta da unidade) e sem observância de territorialização. Os munícipes vinham por preferência ao profissional, sendo casos relacionados à atenção básica e gerando a subutilização dos recursos disponíveis.

A proposta foi organizar fluxos e instituir o serviço de regulação interna, resultando em zerar demanda reprimida e soluções rápidas para o usuário. o presente trabalho seguiu a metodologia de revisão bibliográfica (estudo de protocolos e legislação) levantamento de dados (análise dos cadernos de agendamento das especialidades) e entrevista com os médicos. Paralelo ao levantamento, em agosto 2017, houve a elaboração do protocolo municipal, reunião com a gestão, conselho municipal. em setembro, instituída guia de referência x referência e trabalho de conscientização. em Outubro, início de análise de guias para verificação da observância do protocolo, já ocorrendo 50% redução da fila. Novembro, realização dos agendamentos pelo protocolo. Durante três meses, foram realizados trabalhos para adequação e em Fevereiro de 2018, ocorreu a substituição de parte do corpo clínico.

em 01 ano não existia fila para especialidades. Os pacientes chegam com os exames complementares com tratamento preliminar realizado na atenção básica. Foram elaborados gráficos que comparam os atendimentos, nas especialidades nos meses de outubro a dezembro, nos anos de 2017 e 2018. Vemos que há menor número de guias devolvidas em 2018, pois existe coerência entre o solicitado e o descrito na guia, portanto os médicos recém-contratados aderiram ao protocolo. A oftalmologia está zerada em 2018, devido término de contrato. em relação à ortopedia houve diminuição no atendimento e adequação de carga horária. em pneumologia houve redução de mais de 50% no atendimento, demonstrando adesão da população a territorialização.Foram realizadas intervenções que contribuíram com adesão ao protocolo – substituição de profissionais, conscientização e fidelização da população no território, capacitação dos administrativos e gerente para sistema de informação, (pois não têm domínio das informações), faltam dados que influenciam na compra de insumos, planejamento de ações e acompanhamento da população. Na prática a Atenção Básica regulando o acesso, empoderando e trazendo responsabilização para si, como deve ser.

Principal

Adriana Silva Meneguello

adrimeneg@hotmail.com

Coautores

Fernanda Cristina Da Silva

A prática foi aplicada em

Novo Horizonte

São Paulo

Sudeste

Instituição

Rua João De Castro, 50, Iv Centenário – Novo Horizonte-Sp Cep: 14.960-000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Marcela Girotto Troncoso

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal