Olá,

Visitante

Oficina do Cuidado: Cuidando Melhor de que m Precisa de Você

Algumas pessoas possuem autonomia funcional reduzida e capacidade de autocuidado afetada, necessitando do auxílio de terceiros. Logo, os cuidadores buscam proporcionar melhor qualidade de vida a esses indivíduos. Cuidar em domicílio é um aprendizado constante, baseado nas necessidades físicas e biológicas de quem está sendo cuidado, de acordo com seu nível de dependência. Eis que o papel do cuidador se torna importante. Mediante visitas domiciliares, o Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF) de Taió notou que muitos cuidadores taioenses apresentavam as mesmas dificuldades em relação ao manejo da pessoa cuidada, à rotina de trabalho, às frustrações, aos sofrimentos, entre outros. A maioria deles não possuiam informações e orientações necessárias para a realização adequada dos cuidados. Isso evidencia a importância da atuação dos profissionais da saúde no sentido de orientar e treinar habilidades específicas, buscando o aperfeiçoamento e estimulando a formação de um grupo de apoio.

Aperfeiçoar as técnicas e abordagens de cuidado dos cuidadores formais e informais de Taió Facilitar o exercício das suas atividades Aumentar a qualidade de vida dos cuidadores e das pessoas cuidadas Desenvolver o senso crítico e raciocínio lógico d A atividade compreendeu 10 encontros, mediados por um profissional da saúde e uma enfermeira, acompanhados pelo coordenador da Oficina. A equipe foi composta por dois fisioterapeutas, nutricionista, fonoaudióloga, dentista, assistente social, médica, farmacêutica e seis enfermeiras, além da assistente social do Centro de Referência em Assistência Social de Taió. as abordagens foram teórico-práticas, baseadas no Guia Prático do Cuidador, fornecidos pelo Ministério da Saúde e distribuídos aos cuidadores. Os espaços para questionamentos foram importantíssimos, lapidando os conhecimentos. Ao final de cada encontro, os participantes registravam suas reflexões acerca dos assuntos abordados. Concluindo, receberam um certificado de participação.

Os participantes relataram estar mais críticos aos acontecimentos diferentes com a pessoa cuidada, saber quando procurar auxílio dos profissionais de saúde, aprender termos técnicos importantes e manter a autonomia da pessoa cuidada. Disseram que o trabalho foi facilitado com as técnicas aprendidas e aperfeiçoadas, sentindo-se valorizados através importância que lhes era dada pelos profissionais da saúde. Mencionaram que o aprendizado servia para a própria promoção de saúde, prevenção de doenças e aumento de qualidade de vida. A construção de vínculos entre os cuidadores e a equipe multiprofissional foi relevante. A união pode auxiliar inclusive fora da Oficina, com a troca de contatos, auxílios e experiências.o apoio aos cuidadores é fundamental na conservação de saúde de pessoas com algum grau de incapacidade. Quando realiza este cuidado de forma aprimorada e orientada, promove o aumento da sua qualidade de vida e das pessoas que necessitam dos seus préstimos. Todos os envolvidos se beneficiaram com a Oficina do Cuidado. Essa estratégia de educação em saúde é considerada uma tecnologia leve de cuidado multiprofissional, a que pode ser replicada em outras localidades.

Principal

Davi Da Silva Duarte

fisioterapia@taio.sc.gov.br

Coautores

Cinthia Cristina Eble Keske, Rose Cristiane Hermes, Susana Lago

A prática foi aplicada em

Taió

Santa Catarina

Sul

Instituição

Rua Coronel Feddersen, Nº 111 – Secretaria De Saúde, Bairro Centro, Taió/Sc, Cep: 89190-000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Rozi Terezinha De Souza

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal