Olá,

Visitante

Mutirões Realizados pelo Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf) do Município de João Alfredo- Pe

O Município de João Alfredo possui 30.743 habitantes, densidade demográfica (Hab./Km2) de 222,34 e o IDH de 0,61, faz parte do Estado de Pernambuco, com cerca de 138,269 quilômetros quadrados de área. A atenção básica de saúde é composta por 11 Estratégias de Saúde da Família (ESF), sendo três na zona urbana e oito na rural. Há ainda, um Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), constituído por uma equipe multiprofissional que atua em conjunto com os profissionais das ESFs, compartilhando e apoiando as práticas em saúde nos territórios. O Núcleo de Apoio à Saúde da Família foi criado pela portaria GM nº 154, de 24 de janeiro de 2008 tendo com objetivo ampliar a abrangência e o escopo das ações da atenção básica, bem como sua resolubilidade, apoiando a inserção das ESF na rede de serviços e o processo de territorialização e regionalização a partir da atenção básica. As Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) são as principais causas de morte no mundo, correspondendo a 63% dos óbitos em 2008. As doenças crônicas não transmissíveis constituem o problema de saúde de maior magnitude no Brasil e correspondem a 72% das causas de mortes, atingem fortemente as camadas pobres da população e grupos vulneráveis. No Município de João Alfredo 46,3%, 40% e 41,66% das causas de mortalidade foram às doenças do aparelho circulatório entre 2010 e 2011

Promover o desenvolvimento de uma ação integrada, sustentável e baseada em evidências para a prevenção das doenças e agravos mais prevalentes na população com foco nas DCNT.

O projeto tem replicabilidade nos municípios com o Núcleo de Apoio a Saúde da Família implantados, já aqueles que não possuem, as ESF podem realiza-lo de forma adaptada. Verificamos que a presença de uma equipe de apoio, favorece do desenvolvimento de ações que aumentam a participação dos usuários, não permitindo que o mesmo se torne monótono e com baixa adesão da comunidade.O desafio não é o atendimento assistencialista, mas sim manter a prática em tempo oportuno e continuo, levando em conta os contextos e os determinantes e condicionantes sociais da produção da vida. Para tanto, é importante reconhecer que esta prática precisa ser avaliada e acompanhada continuamente. Como vivência a experiência implica a valorização dos diversos saberes, numa integração que se propõe a transformar uma realidade com ações de forma continua, gerando e levando informação de saúde a população.A prática se torna sustentável à medida que faz parte das ações dos profissionais do NASF bem como das ESF, apresentando baixo custo e boa adesão da comunidade, gerando emponderamento e auxiliando o enfrentamento dos problemas de saúde mais prevalentes em cada uma das áreas das ESF.

Principal

Márcia Maria de Almeida Campos Diogo de Andade

A prática foi aplicada em

João Alfredo

Pernambuco

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Márcia Maria de Almeida Campos Diogo de Andade

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Qualidade de Vida no Grupo “Mulher Ativa” na Cidade de Montalvânia – Mg
Minas Gerais
Práticas
Qualidade de Vida e Longevidade: Educação/Prevenção/Promoção em Saúde Sob os Aspectos Biopsicossociais Como Ferramenta para o Cuidado de Pacientes Hipertensos e Diabéticos.
Minas Gerais
Práticas
Projeto “Viva Leve”
Minas Gerais
Práticas
Grupo Girassol: Relatos de Experiência de Ações de Promoção da Saúde para Melhoria da Qualidade de Vida de Pessoas com Doenças e Sequelas
Minas Gerais
Práticas
Praticas Exitosas no Grupo de Emagrecimento.
Minas Gerais
Práticas
de Bem com a Vida”: Experiência do Grupo de Manejo da Ansiedade da Uaps Jardim Paraíso no Município de Patos de Minas
Pará
Práticas
Promoção de saúde e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis através de grupos para perda de peso em São Gonçalo do Rio Preto (MG)
Minas Gerais
Práticas
Artesanato Como Prática de Promoção em Saúde Mental.
Rio de Janeiro
Práticas
Utilização do Lúdico Como Estratégia de Favorecimento do Atendimento e Vínculo com o Paciente odontopediátrico na Estratégia de Saúde da Família.
Espírito Santo
Práticas
Escola de Postura: Prevenção da Lombalgia, Através da Motivação da Prática Corporal, Contribuindo para a Melhoria da Qualidade de Vida dos Usuários de Irecê, Bahia.
Bahia