Olá,

Visitante

Metodologias ativas: a experiência da mediação em um curso de atualização em APS

A Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS) evidencia a necessidade de mudanças nas relações construídas no cotidiano do trabalho, nos processos, nas ações, e principalmente, nas pessoas inseridas nos cenários de saúde (Brasil, 2014). Partindo desses pressupostos e da necessidade de fortalecimento da Educação Permanente em Saúde (EPS) e da Atenção Primária à Saúde (APS) no município de Campina Grande-PB, foram iniciadas em meados de setembro de 2023, discussões entre os gestores e profissionais de saúde acerca da produção de um curso de Atualização para profissionais da APS. O município está situado na região do Agreste Paraibano, conta com uma população estimada de 419.379 habitantes (IBGE, 2022). É subdivido em sete distritos sanitários e apresenta, enquanto componentes da APS, as equipes de Saúde da Família, equipes de Atenção Primária (eAP), Saúde na Hora, Saúde Prisional e Consultório na Rua. Assim, a fim de contemplar os diversos equipamentos de saúde, foram selecionadas algumas equipes para composição da primeira turma do curso “Atualiza APS”, que ocorreu entre os meses de março e abril de 2024, sendo a população alvo, profissionais de saúde que atuam nas equipes da APS. A escolha da referida experiência, advém da relevância das práticas vivenciadas pelas mediadoras durante o processo de ensino-aprendizagem e das trocas de saberes que se entrelaçaram nos encontros semanais.

Descrever a experiência da mediação de um curso de atualização guiado por metodologias ativas para profissionais da Atenção Primária à Saúde em Campina Grande – PB.

A definição para realização do curso partiu da iniciativa do Núcleo de Educação Permanente, que traçou os primeiros diálogos acerca do formato do curso, partindo da necessidade de qualificar o cuidado longitudinal e fortalecer o vínculo na APS. Decidiu-se pela disponibilização de um curso de 60h, sendo 30h presenciais e 30h de atividades autodirigidas (AAD) e com a priorização da utilização de Metodologias Ativas de Aprendizagem (MAA). Após os direcionamentos, o curso foi nomeado de “Atualiza APS” e foram eleitos profissionais para composição da Comissão Técnica de escrita e planejamento com adoção do Termo de Referência (TR) para direcionamento de todo curso. Além disso, definiu-se a formação de oito turmas, as quais contariam com quatro mediadores, sendo os encontros divididos em cinco momentos na sede de uma Instituição de Ensino Superior, privada e parceira do município. As turmas receberam nomes de autores que apresentaram forte impacto para a saúde pública brasileira, sendo a sala das autoras denominada de Emerson Merhy. Esta foi composta por 25 profissionais de saúde, de duas equipes de Saúde da Família, ambas do Distrito II, da Residência Médica e da Residência Multiprofissional em Saúde Mental na Atenção Primária (RESMAP). Para as vivências descritas, foram utilizados recursos tecnológicos, humanos e materiais disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e por Instituições de Ensino Superior privadas.

Necessidade de atualização e qualificação dos profissionais que atuam na Atenção Primária à Saúde de Campina Grande-PB.

Durante a mediação na turma I – Emerson Merhy, foram incorporadas em todos os momentos as MAA, as quais oportunizaram aos profissionais uma maior participação na efetivação das dinâmicas e da produção do conhecimento. Uma MAA bastante produtiva, foi a dinamização das atribuições comuns dos profissionais de saúde, apresentadas pela PNAB 2017. Durante a mediação foi percebido um processo de fragilização quanto a definição de atribuições entre os profissionais, o que revelou a necessidade de uma revisitação aos documentos oficiais que norteiam o processo de trabalho e a prática profissional. Além disso, foi demonstrada a relevância da discussão desses documentos com os membros da equipe, o que fortalece a educação permanente e o redirecionamento das práticas. Ao final do percurso e das autoavaliações realizadas, ficou evidente a importância do curso para os profissionais e das MAA ativas utilizadas, a exemplo do acolhimento com vídeo reflexivo, exposição de informações em tarjetas coloridas, itinerário de paciente na RAS através de uma dinâmica com uso de barbante, explanação de tópicos em lâminas, construção de Projeto Terapêutico Singular a partir de um caso clínico, dentre outras. Além disso, percebeu-se que a prática da mediação, quando bem realizada, atinge de forma exitosa a intencionalidade das ações e dinâmicas propostas.

Mediante o exposto, percebe-se a relevância da aplicação das metodologias ativas e da experiência da mediação nas práticas de educação permanente, visto que o êxito alcançado no curso “Atualiza APS” também foi fruto do preparo das mediadoras para direcionamento das discussões e alcance das intencionalidades e objetivos do processo de atualização. Salienta-se também que a participação e engajamento de todos no processo de Educação na Saúde ocasiona a formação de uma teia de conhecimento, rica de saberes, relatos e reflexões acerca da própria atuação profissional e da priorização do trabalho em equipe. Por fim, recomenda-se a ampliação do curso para os demais profissionais de saúde da APS e fortalecimento do uso de metodologias ativas na prática da mediação de tais processos formativos, visto que os impactos produzidos repercutem positivamente nas práticas desenvolvidas pelos profissionais.

Principal

Flávia Gomes Silva

flavianag12@gmail.com

Enfermeira

Coautores

Maria Jeanette de Oliveira Silveira, Railda Maria dos Santos Freitas, Tânia Maria do Nascimento Jerônimo

A prática foi aplicada em

Campina Grande

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Av. Jorn. Assis Chateaubriand, 1376 - Liberdade

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Flávia Gomes Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

15 abr 2024

e atualizada em

18 abr 2024

Início da Execução

06/03/2024

Fim da Execução

03/04/2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba