Olá,

Visitante

Intervenção em Casos de Hipertensão Arterial no Posto de Saúde da Família I

A Unidade de Saúde da Família PSF I de Paranaíta, possui aproximadamente 3.100 usuários em seu território, destes 380 aproximadamente são hipertensos. A Hipertensão Arterial (HAS) é uma doença crônica caracterizada pelo aumento da pressão arterial acima 140/90 mmHg, sendo um dos principais fatores de risco para a ocorrência de doenças cerebrovasculares. A ocorrência frequente de crise hipertensiva na rotina do Posto de Saúde da Família I sinalizou para a necessidade de uma intervenção que provocasse mudança efetiva na assistência terapêutica comportamental associada à corresponsabilidade dos usuários em seu autocuidado. A experiência apresentada é fruto da construção coletiva do diagnóstico situacional, utilizando como estratégia o cálculo do escore de risco cardiovascular para desenvolvimento das ações de educação em saúde para a promoção do autocuidado priorizando a conscientização individual e coletiva.

Reduzir os casos de crise hipertensiva e suas complicações – Identificar os pacientes para a elaboração de Projeto Terapêutico Singular. -Melhorar a qualidade de vida dos usuários promovendo o autocuidado. A metodologia foi realizada trimestralmente, norteando as estratégias para continuidade das ações. Reorganização do processo de trabalho, atualização de hipertensos e diabéticos, criação de cronograma de atividades e ficha de acompanhamento individual. Nos encontros foram verificados os dados antropométricos, pressão arterial e atualização da prescrição medicamentosa. Encontro 1: apresentação da proposta aos participantes. Encontro 2: solicitação dos exames do escore de Framingham e atividade educativa sobre autocuidado. Encontro 3: avaliação dos resultados dos exames, cálculo do escore e orientações individuais quanto aos resultados obtidos e identificação dos casos para Projeto Terapêutico Singular desenvolvido em parceira com o NASF.

o bom índice de adesão ao tratamento proposto e as ações de autocuidado, orientadas nas atividades educativas, reduziram o número de atendimentos por crise hipertensiva bem como a procura em outros níveis de atenção para esse tipo de atendimento ou de suas complicações. Os pacientes que foram identificados com maior risco para doenças cerebrovasculares e orientados ao grupo do Projeto Terapêutico Singular, obtiveram avanços no tratamento e redução dos índices que são utilizados para o cálculo do escore de Framingham.A atividade educativa orientada ao autocuidado tornou clara a necessidade do comprometimento individual no tratamento, contribuindo junto com as demais ações para a redução das crises hipertensivas, regularidade no tratamento e qualidade de vida do indivíduo. o grau de satisfação do usuário com esse tipo de atendimento, considerando a adesão e frequência nos grupos, à organização e empenho de todos os profissionais da Equipe do PSF I contribuíram para o alcance dos objetivos propostos.

Principal

Alessandra Dos Reis Bezerra

alesaporetti19@gmail.com

Coautores

Meire Viviane Rozendo, Miriam Godinho Ferreira De Melo,

A prática foi aplicada em

Mato Grosso

Centro-Oeste

Instituição

Rua 106 Nº 63 – Setor Sul

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Andreia Fabiana Dos Reis

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal