Olá,

Visitante

Implantação do Sistema de Distibuição por Dose Individualizado e Estruturação da Farmácia Hospitalar do Hospital Municipal Sandoval Araújo Dantas do Município de Jaru – Ro.

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: Proporcionar maior segurança ao paciente, reduzir gastos com medicamentos e controle de medicamentos mais rigoroso.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: Dispensação nos setores de clinica médica, pediatria e obstetrícia por prontuário de internamento de cada paciente e realizado treinamento da equipe.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS: Pode-se observar a economia na distribuição fazendo um comparativo do primeiro trimestre de 2013 que a distribuição ainda era feita por dose coletiva com o segundo trimestre de 2013 onde a distribuição já era individualizada.OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÕES/ MONITORAMENTO O monitoramento de controle de estoque é feito através do sistema de almoxarifado existente na farmácia.

A gestão da assistência farmacêutica é algo complexo, onde exige planejamento dos recursos financeiros destinados à aquisição de medicamentos, exige também treinamento da equipe envolvida no setor. No município de Jaru até o ano de 2012 não tinha assistência farmacêutica, já que não havia farmacêuticos no quadro de funcionários do município. Em 2013, com a nova gestão o município de Jaru incluiu no quadro de funcionários três farmacêuticas para a assistência, sendo um para o Hospital Municipal Sandoval Araújo Dantas do município de Jaru/RO. Diante do cenário foi realizada uma análise da situação que se encontrava a Farmácia Hospitalar pela Farmacêutica Dra Larissa Taufmann Silva. Foram avaliados os problemas prioritários e apresentado as possíveis soluções à secretária de saúde do município. Incialmente foi realizado um trabalho interno de organização da farmácia para garantir a conservação dos medicamentos e facilitar no momento da distribuição, foi feito também o inventário de estoque, já que o sistema de controle de almoxarifado da farmácia não era alimentado por mais ou menos 60 dias. No estoque havia grande quantidade de medicamentos que eram menos utilizado e menor quantidade de medicamentos que eram mais utilizados, a partir da primeira compra do ano de 2013 esse problema foi ajustado e solucionado. O processo licitatório conta com a participação da farmacêutica da unidade hospitalar. Visando a grande importância de estruturação da farmácia e a necessidade da distribuição por dose unitária nos setores do hospital a secretaria de saúde do município disponibilizou recursos financeiros para estar fazendo a aquisição de materiais e equipamentos para a farmácia hospitalar. Em 2013, foram adquiridos 2 estantes com 54 caixas plásticas (bins) cada, para a organização dos medicamentos, uma maquina seladora que é utilizada para selar os kits dos pacientes e os medicamentos fracionados, uma impressora de código de barras para a etiquetagem dos comprimidos e ampolas fracionados e um computador. Após essas mudanças reduziu o numero de medicamentos estocados nos setores, houve maior controle dos medicamentos, redução nos gastos com a compra de medicamentos, reduziu o número de perdas, proporcionamos maior segurança ao paciente já que os medicamentos são dispensados por paciente através da segunda via do prontuário de internamento, a dose dispensada é para 24 horas. Em 2014, foram adquiridas 2000 unidades de pulseiras hospitalar sendo 1000 para RN masculino e feminino 500 para cada e 1000 pulseiras adulto para a identificação dos pacientes.

É fundamental que a farmácia hospitalar trabalhe com os princípios da assistência farmacêutica seja ela do SUS ou da rede particular, pois com a individualização do sistema de distribuição gera-se um impacto muito relevante voltado para a economia do município ou da unidade. Portanto, com as mudanças adotadas podemos transmitir aos pacientes que o ambiente hospitalar é seguro que o mesmo pode ficar tranquilo em relação ao tratamento recebido pela unidade, já que os medicamentos são distribuídos individualmente, obteve-se resultados significantes principalmente na economia e em relação a assistência farmacêutica para termos uma experiência bem sucedida esses profissionais devem ser prestadores de serviços farmacêuticos em uma equipe de saúde, ser capaz de tomar decisões, comunicador, líder, gerente, estar atualizado permanentemente e educador e não apenas ser mais um é esse que faz o diferencial de um profissional e traz resultados para o setor.

Principal

Dra Larissa Taufmann Silva

saúde_jaru@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Jaru

Rondônia

Norte

Instituição

Rua Florianópolis Nº 3062

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Dra Larissa Taufmann Silva

Conta vinculada

emanoel.filho@fiocruz.br

08 dez 2016

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Reestruturação e Implantação do Novo Modelo de Farmácia em Unidade Básica de Saúde no Município de Caruaru/Pe: Relato de Experiência.
Pernambuco
Práticas
Projeto Farmácia Viva com Distribuição de Fitoterápicos Município de Gaspar – S.C
Santa Catarina
Práticas
Planejamento da Assitencia Farmaceutica na Rede Hospitalar
Rondônia
Práticas
Processo de Elaboração e Implementação de Um Protocolo para Consulta Farmacêutica em uma Unidade Básica de Saúde
Espírito Santo
Práticas
A Centralização do Setor Judicial da Saúde e o Impacto Econômico no Município de São Bento do Sul/Sc
Minas Gerais
Práticas
Implementação e Funcionamento do Programa “Remédio em Casa” no Município de Rio Claro-Rj
Rio de Janeiro
4 / 41234