Olá,

Visitante

Grupo Saúde Dançante: Promoção A Saúde da Mulher Através da Dança

“A dança proporciona benefícios à saúde do corpo e da mente, viabiliza bom funcionamento do organismo, promove fortalecimento de músculos e ossos, flexibilidade e aumento da resistência, podendo ser realizada em qualquer idade. A idealização do grupo Saúde Dançante partiu da necessidade de transformação do cuidado na atenção a saúde da mulher, a Equipe de Saúde da Família Miguel Alves das Neves, identificou que através da dança poderiam oportunizar o cuidado não somente do aspecto físico, mas promover um espaço social onde essas mulheres pudessem receber uma atenção a sua saúde mental, compartilhar vivências, duvidas e experiências dificilmente alcançadas no atendimento individual. o grupo conta com uma variável de 80 a 60 mulheres por encontro, com idade a partir de 18 anos, que em um primeiro contato com o grupo é realizado uma consulta na Unidade Básica de Saúde, para realização de acolhimento, avaliação de história clinica e possíveis comorbidades.

Promover por meio do grupo a promoção da saúde, qualidade de vida, alimentação saudável, autoestima e tratamento de comorbidades das participantes, em virtude de compreender os benefícios provenientes da prática da dança, associado à dieta adequada e as atividades acontecem três vezes por semana, sendo que dois dias são realizados coreografias com auxilio de instrumentos áudio visual, e em um dia ocorre à realização do treinamento funcional, os encontros contam com o apoio dos profissionais da Unidade Básica de Saúde e o Núcleo de Apoio a Família (NASF), ofertando periodicamente consulta de nutrição, médica e avaliação com o educador físico para realização de antropométrica e exame de bioimpedância, que avalia a composição corporal e fornece informações especificas e importantes para alinhar o cuidado e o planejamento da dieta de forma personalizada.

Pode se observar que a dança as suas vertentes proporciona diversos benefícios para saúde, que vão além do aspecto saúde-doença, envolvendo melhor compreensão sociocutural, domínio próprio e autoconfiança, podendo ser considerada como uma terapia motivacional. Uma vez que essas mulheres vivenciam a dança com instrumento para uma melhor condição de saúde, nota-se satisfação com os resultados obtidos, sendo em maior relevância a perda de peso, melhoria de autoestima, redução de níveis de hipertensão arterial, diabetes e taxas de colesterol. No que diz respeito aos benefícios da prática no aspecto psicológico tem sido relatado aumento na sensação de bem estar e expressão de sentimentos, tendo como resultado a diminuição de sintomas da depressã”Muitos são os desafios de manter um grupo especifico frequente e participativo nos encontros, entretanto as atuações de uma equipe multiciplinar contemplam ações que visam à equidade do cuidado alcançando assim melhores resultados. A dança proporciona ao individuo melhoria de sua função física, saúde e oferece uma perspectiva de vida de maior qualidade. o desenvolvimento criativo da dança oportuniza a socialização, o lazer, o autoconhecimento, valorização pessoal e autonomia.

Principal

Ana Naíde Martins Rodrigues

aninhacoribe@yahoo.com.br

Coautores

Jeferson Silva Silva

A prática foi aplicada em

Coribe

Bahia

Nordeste

Instituição

Rua Castro Lima,240, Coribe

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Jacqueline Silva Do Bonfim

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo
Práticas
Regulação do Acesso À Atenção Especializada: des coberta de um Iceberg e des afios A Serem Superados
São Paulo
Práticas
Fórum Permanente de Embu Guacu: uma Possibilidade de Organização do Cuidado Intersetorial
São Paulo
Práticas
Consultório na Rua: uma Ampliação da Abordagem das Pessoas Vivendo com Hiv/Aids Focando A Adesão
São Paulo
Práticas
Processo Formativo de Apoio em Saúde Mental no Município de Franco da Rocha – Sp
São Paulo
Práticas
Estruturação da Rede de Saúde de Franco da Rocha: Análise do Financiamento das Ações, Por Meio da Transferência de Recursos Obrigatórios e Voluntários ao Município
São Paulo
Práticas
Participação Social na Construção do Planejamento Estratégico em Saúde e do Plano de Educação Permanente no Território de Ermelino Matarazzo/Sp
São Paulo
Práticas
Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)
São Paulo
Práticas
A Assistência Farmacêutica como Veículo de Educação e Economia
São Paulo