Olá,

Visitante

Grupo Garis “Anjos da Paz”, de Um Município Nordestino.

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIAO projeto teve como escopo, educar, prevenir, proteger e promover a saúde do trabalhador (GARI), sensibilizar e conscientizar esses profissionais, quanto à importância de suas atividades e responsabilidade para a saúde dos cidadãos Pindobenses, tendo como respaldo a aquisição de valores, posturas e atitudes na conquista de um ambiente salutar. AVALIAÇÃO A intersetorialidade e a multidisciplinaridade foi fundamental no andamento desse trabalho, contribuindo para um resultado positivo e promissor, e melhoramento da qualidade de vida dos usuários e de seus familiares, permitindo o desenvolvimento de ações como: palestras, roda de conversas, reuniões, atividade física, debates e discussões entre profissionais para resolutividade de alguns casos. Tendo como parceiros a Secretaria de Administração, Assistência Social e Educação.METODOLOGIAInicialmente realizou-se visitas domiciliares, para a formação do grupo, pelos profissionais do NASF (fisioterapeuta, psicóloga, assistente Social, nutricionista) acompanhadas dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), apresentando as abordagens que iriam ser executadas durante o Projeto, Para tanto, foram realizadas ações refletindo sobre a realidade social, resgatando sua autoestima, cidadania e a socialização na sociedade. Após sua sensibilização e motivação para participar das atividades do projeto, foi feito um diagnóstico inicial, para identificar as necessidades e demandas cotidianas destes trabalhadores.

Durante toda a história humana o lixo representou tudo que não tem valor e/ou serventia para um determinado grupo social, trazendo a concepção de que deve ser posto para fora das residências, indústrias e estabelecimentos comerciais para alguém levar. Reforça essa tese vários trabalhos (Abreu 2001

Em relação a aplicabilidade da ação aqui executada, considera-se que a mesma vai ser aplicada em continuidade, inclusive em outros municípios, com a mesma possibilidade de êxito. Sugerimos a comunidade do projeto e estreitamento de relações entre nos familiares/profissionais, profissionais/profissionais para se obter positividade nas ações previstas de promoção, prevenção e qualidade de vida para os usuários e grupos específicos.Esse processo de trabalho envolveu cerca 18 (dezoito) participantes, baseado nas falas reportadas se pôde perceber que se mostraram satisfeitos com a profissão, por contribuírem com a limpeza de sua cidade e uma vida salutar para os moradores, principalmente por favorecer na redução da proliferação de vetores que transmitem doenças, sentem-se felizes ao término da jornada de trabalho ao se deparar com a cidade limpa. Deste modo, acredita-se que a questão ambiental envolve também a questão da valorização dos garis. Neste sentido, a informação de cuidados com a saúde, educação ambiental, condições seguras de trabalho pode contribuir para uma melhor qualidade de vida e inserção na sociedade promovendo o orgulho de ser gari.

Principal

Bianca de V. Paes Maia

A prática foi aplicada em

Pindoba

Alagoas

Nordeste

Instituição

Rua S José, s/n

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Bianca de V. Paes Maia

Conta vinculada

emanoel.filho@fiocruz.br

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Acolhimento Como Ferramenta de Escuta e Mobilização no Grupo de Mães do Tea no Município de Sumé
Paraíba
Práticas
Programa de Atendimento Fisioterapêutico Domiciliar em Pacientes Crônicos Restrito ao Leito em Locais de Difícil Acesso
Rio de Janeiro
Práticas
Agenda Jovem Aprendiz
Minas Gerais
Práticas
Hiperdia em Ação nas Comunidades: Estratégias para Melhorar a Qualidade de Vida dos Cidadãos Coqueirenses.
Práticas
Uso do Futsal Como Estratégia de Promoção da Saúde e Diminuição do Risco de Marginalização: Projeto Caminhos do Viver.
São Paulo
Práticas
Qualidade de Vida no Grupo “Mulher Ativa” na Cidade de Montalvânia – Mg
Minas Gerais
Práticas
Qualidade de Vida e Longevidade: Educação/Prevenção/Promoção em Saúde Sob os Aspectos Biopsicossociais Como Ferramenta para o Cuidado de Pacientes Hipertensos e Diabéticos.
Minas Gerais
Práticas
Projeto “Viva Leve”
Minas Gerais
Práticas
Grupo Girassol: Relatos de Experiência de Ações de Promoção da Saúde para Melhoria da Qualidade de Vida de Pessoas com Doenças e Sequelas
Minas Gerais
Práticas
Praticas Exitosas no Grupo de Emagrecimento.
Minas Gerais