Olá,

Visitante

Grupo de Mulheres com Grau de obesidade com Situação de Vulnerabilidade

A experiência de desenvolvimento de um programa educativo familiar voltado para o tema Reeducação Alimentar. É realizado em Unidades Básicas de saúde do município do Rio de Janeiro. Acontece na forma de grupos, com encontros quinzenais e participação média de 15 mulheres. Através da participação das mulheres, são elaborados cardápios alimentares, oficinas culinárias e orientações gerais trazida os temas pelas próprias participantes através de rodas de conversas e com dicas de mitos e verdades. Esse Programa de Reeducação Alimentar contribui para o autocuidado e a auto responsabilidade, apoiando estilos de vida mais saudáveis e emagrecimento.

São abordados temas voltadas a alimentação e emagrecimento, os problemas gerados no gatilho para ganho de peso ao longo do tempo, temas de violência domésticas, auto cuidado e auto estima. Muitas das vezes quando iniciamos as atividades através de rodas de conversas, atividade lúdicas e terapias nutricionais, as próprias pacientes vão relatando as suas dificuldades no decorrer do tempo e seu ganho de peso.

Como a obesidade desempenha um papel importante como fator de risco, bem como o despreparo do sistema de saúde e da sociedade, o presente trabalho proporciona alcançar mudanças na perspectiva das pacientes, trazendo vários resultados e com isso recomendo levar essas atividades programadas e elaboradas para reduzir os grandes índices de obesidade Mórbida no nosso pais.

Principal

Randolfo Raiff de Oliveira Aires

randolforaiff@gmail.com

A prática foi aplicada em

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Av. Guilherme Maxwell, 107

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Randolfo Raiff de Oliveira Aires

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba