Olá,

Visitante

Fortalecendo o cuidado APS: chamada nutricional de crianças e adolescentes em sobrepeso e obesidade

Em reunião com a ESF II (Eufrásio Leite Ribeiro) do distrito da Casinha do Homem, a Emulti e a coordenação de APS, foi realizado um levantamento através do processo de trabalho sobre a situação nutricional das crianças e adolescentes da comunidade, devido principalmente a alta vulnerabilidade social instalada na população e as dificuldades da adesão a puericultura.
Em cima dos relatos dos profissionais foi priorizado a realização desse projeto com todas as crianças e adolescentes matriculados na Escola Januário Avelino de Sousa, pois é a única inserida no território e a população tem resistência da participação na puericultura.
Com isso a coordenação de APS, a ESF e a Emulti, planejou as ações do projeto junto a escola, sendo dividido em 04 partes:
01) A Avaliação Nutricional (Peso/Estatura) de todas as crianças e adolescentes matriculadas na única escola inserida no território;
02) Analise dos dados e posteriormente comparação com a literatura;
03) Encaminhamento dos casos necessários;
04) Apresentação dos resultados e realizações de 04 oficinas com temáticas importantes para os estudantes (02), responsáveis (01) e profissionais da educação (01).
As oficinas foram planejadas com temáticas importantes para a prevenção do agravamento de doenças e problemas relacionados ao sobrepeso e a obesidade em crianças e adolescentes. Foram realizadas no ambiente escolar, devido a facilidade para localização das crianças, adolescentes, responsáveis e profissionais da educação.

Estudos salientam, que o Brasil passa por um processo de transição nutricional, marcado por características com diferentes estágios (Machado et al., 2011). Assim, a população apresenta uma tendência para o aumento da prevalência do excesso de peso e da obesidade, independente da faixa etária (Reais et al., 2018).
Nota-se que a obesidade vem alcançando proporção epidêmicas, no mundo inteiro, a qual está relacionado com doenças crônicas não transmissíveis e a saúde mental, atingindo principalmente crianças e adolescentes.
O acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil é fundamental para manutenção da saúde da criança dentro da ESF. Considera-se inúmeros desafios, inclusive culturais, para que a puericultura seja mais valorizada e possa contribuir de modo efetivo na manutenção da saúde da criança e prevenção de doenças (Carneiro, 2010).
Diante da importância dessa temática e mudança do cenário após busca ativa de 91 crianças e adolescentes, foi realizado oficinas de educação alimentar e nutricional, envolvendo os profissionais de educação, responsáveis e alunos da Escola Januário Avelino de Sousa do Distrito da Casinha do Homem com 1,048 habitantes no município de Santa Cruz – PB.
Com isso esse relato fortalece a importância de projetos sobre alimentação e nutrição na Atenção Primária à Saúde, sendo a ordenadora do cuidado e a responsável pelas ações de prevenção e promoção a saúde principalmente em áreas de alta vulnerabilidade social.
• Objetivo geral:
Fortalecer o cuidado em crianças e adolescentes com o estado nutricional inadequados da Escola Municipal Januário Avelino de Sousa, localizada na comunidade da Casinha do Homem (Distrito do município de Santa Cruz, PB).
• Objetivos específicos:
 Avaliar o IMC (Peso/Estatura) das crianças e adolescentes matriculados na Escola Januário Avelino de Sousa do Distrito da Casinha do Homem;
 Analisar os resultados comparando com a literatura;
 Encaminhar os casos de Obesidade para os serviços ambulatorial da rede de saúde;
 Realizar oficinas sobre educação alimentar e nutricional e sua importância para profissionais da educação, responsáveis e estudantes.

A experiência foi avaliada positivamente e os seus resultados é referência em toda a região como preocupante. Estudos salientam, que o Brasil passa por um processo de transição nutricional, marcado por características como diferentes estágios (Machado et al., 2011). Assim, a população apresenta uma tendência para o aumento da prevalência para o aumento de peso e da obesidade, independente da faixe etária (Reais et al., 2018).
Nos resultados obtidos através da avaliação nutricional, fortalece a preocupação, principalmente que a transição nutricional chegou a lugares com alta vulnerabilidade social. Foram avaliadas pela ESF e a Emulti, 91 crianças e adolescentes matriculadas na Escola Januário Avelino de Sousa, 46% se encontravam-se acima do peso (34% com obesidade e 12% sobrepeso), ou seja, quase metade dos alunos matriculados. Ressaltando assim, a preocupação com a saúde pública e com o fortalecimento da puericultura na Estratégia de Saúde da Família.
Afim de potencializar a resolutividade da APS, as crianças com estado nutricional em obesidade, foram encaminhadas para atendimento individual médico e com a nutricionista da Emulti. Assim como se juntaram as demais crianças para ações de promoção e prevenção através de oficinas realizadas na escola.
As oficinas abordaram temas importância como alimentação saudável em ambiente escolar; alimentação e saúde das crianças; monitoramento da obesidade infantil além dos cuidados com o sobrepeso e a obesidade em crianças.

É importante relatar e concluir que esse projeto piloto realizado pela APS, contribuiu para sinalizar a ESF sobre a importância das atividades de educação alimentar e nutricional para crianças e adolescentes da comunidade de Casinha do Homem.
Além de organizar a assistência prestada a essa população como forma de prevenção de doenças e promoção à saúde, evitando assim a incidência futura de doenças cardiovasculares como hipertensão e diabetes que estão correlacionadas com a obesidade, seja na vida adulta ou na infância.
O vinculo criado entre a equipe, os profissionais da educação e os responsáveis pelas crianças e adolescentes durante as oficinas fortaleceu os laços, sendo primordial para a continuação do cuidado e adesão desse público a USF
Assim, a experiencia fortaleceu a APS e principalmente elucidou a importância da Puericultura, organizando o fluxo de atendimento e acompanhamento de crianças e adolescentes com obesidade na comunidade da Casinha do Homem, Santa Cruz/PB.

Principal

Erick Bernard Pereira de Lima

erickbernardpereira@gmail.com

Coordenador da APS

Coautores

Erick Bernard Pereira de Lima; Francisca Wigma de Medeiros.

A prática foi aplicada em

Santa Cruz

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua José Professor João Antunes, S/N, Bairro São Francisco, Santa Cruz - Paraíba.

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Erick Bernard Pereira de Lima

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

10 abr 2024

e atualizada em

10 abr 2024

Início da Execução

01/08/2023

Fim da Execução

15/12/2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba