Olá,

Visitante

Apresentação da Elaboração do Plano Municipal de Saúde de Afuá 2018/2021, Baseado nos Momentos do Planejamento Estratégico Situacional (Pes)

A elaboração do Plano Municipal de Saúde de Afuá visa organizar as ações e serviços públicos de saúde, com projeção ascendente, respeitando os momentos do planejamento estratégico situacional, além de cumprir as exigências formais previstas nas Leis 8.080/90 e 8.142/90, que irão concretizar o compromisso do gestor na consolidação do SUS, baseado no resultado da análise do território, em consonância com os relatórios de gestão e o plano municipal de governo, sendo um instrumento dinâmico, a ser consultado periodicamente e analisado a cada ano, visando monitorar e avaliar a efetividade das ações propostas em relação às necessidades evidenciadas. Para tanto, a suma do trabalho está no Controle Social, fornecendo diretrizes para formulação dos planos de saúde, sendo necessário, para entender o processo, o dialogo com os atores socias, estabelecendo prioridades no território, no âmbito da micro e macropolítica, contribuindo para o acesso equânime a rede de atenção à saúde.

Objetivo Geral • Expor o processo de planejamento estratégico situacional do Plano Municipal de Saúde de Afuá, período de 2018/2021. Objetivos Específicos: • Demonstrar as ações estratégicas integradas • Manter a avaliação e monitoramento • Trabalh A metodologia de avaliação das Diretrizes, Objetivos, Metas e Indicadores do Plano Municipal de Saúde de Afuá, estão sendo realizadas de forma ilustrada através das cores verde (simboliza que foi alcançada), amarela (significa o alcance parcial, necessitando do fortalecimento nas ações programadas) e vermelha (simboliza que não foi alcançado, a qual requer novas análises, discussões e propostas para que as ações possam ser implementadas), visando demonstrar os resultados alcançados a coletividade, partindo do pressuposto de que sem a participação dos atores sociais no processo, o trabalho nasce fadado ao fracasso, servindo para cumprir exigências legais.

I – Organização do processo de planejamento de forma ascendente II – Oferta dos serviços de saúde conforme a realidade local III – Realização de ações de saúde de forma integrada IV – Redução da gestão tradicional, cartorial e departamentalizada V – Implantação e implementação dos fluxos organizativos no Sistema Único de Saúde VI – Organização de uma agenda de educação permanente e continuada para a formação dos gestores, trabalhadores e controle social VII – Fortalecimento e consolidação da Rede de Atenção à Saúde para atender as necessidades da população VIII – Implementação do monitoramento e avaliação das Diretrizes, Objetivos, Metas e Indicadores dos resultados alcançados ou não.Contudo, este processo de gestão, requer avaliações periódicas e sistematizadas dos resultados alcançados ou não das Diretrizes, Objetivos, Metas e Indicadores, através dos Relatórios Anuais de Gestão, operacionalizados por meio das Programações Anuais de Saúde, e do monitoramento e avaliação, com a participação do Controle Social, revisados pela equipe técnica do SUS, avaliando o cumprimento parcial ou total dos resultados pactuados, respeitando os regramentos legais.

Principal

Valéria Maria Dias Lacerda De Araújo

valeria46lacerda@gmail.com

Coautores

Jeremias Aparecido Resende De Souza, Joésio Rodrigues Da Silva, Patrícia Santos Quaresma

A prática foi aplicada em

Afuá

Pará

Norte

Instituição

Tv. Benjamin Constant, Nº 196 – Centro

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Valéria Maria Dias Lacerda De Araújo

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo
Práticas
Regulação do Acesso À Atenção Especializada: des coberta de um Iceberg e des afios A Serem Superados
São Paulo
Práticas
Fórum Permanente de Embu Guacu: uma Possibilidade de Organização do Cuidado Intersetorial
São Paulo
Práticas
Consultório na Rua: uma Ampliação da Abordagem das Pessoas Vivendo com Hiv/Aids Focando A Adesão
São Paulo
Práticas
Processo Formativo de Apoio em Saúde Mental no Município de Franco da Rocha – Sp
São Paulo
Práticas
Estruturação da Rede de Saúde de Franco da Rocha: Análise do Financiamento das Ações, Por Meio da Transferência de Recursos Obrigatórios e Voluntários ao Município
São Paulo
Práticas
Participação Social na Construção do Planejamento Estratégico em Saúde e do Plano de Educação Permanente no Território de Ermelino Matarazzo/Sp
São Paulo
Práticas
Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)
São Paulo
Práticas
A Assistência Farmacêutica como Veículo de Educação e Economia
São Paulo