Olá,

Visitante

Análise das Ações de Reestruturação da ouvidoria Municipal do SUS, da Cidade de Manaus, com Vistas À Ampliação da Capacidade de Atendimento e Resolutividade, com Ênfase nos Resultados das Atividades I

A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus instituiu, a partir de 2008, a Ouvidoria Municipal do SUS, como órgão de assessoramento do Gestor Municipal de Saúde. No entanto, no período de 2008 a 2012, este órgão não possuía espaço físico adequado e quantitativo de pessoal suficiente para o efetivo funcionamento de suas atividades, vez que o ouvidor contava apenas com um técnico no nível central e dezenove técnicos ligados às sub-redes. Registra-se, porém, que destas dezenove sub-redes, somente cinco estiveram em funcionamento e de forma precária. A partir de janeiro de 2013, com a nova estrutura do executivo municipal, deu-se a nomeação de uma nova ouvidora, que, com o respaldo do atual gestor da pasta, compôs uma nova equipe de trabalho, com vista a reorganizar a Ouvidoria Municipal do SUS, para atender e ampliar a capacidade de atendimento, e viabilizar a melhoria das ações inerentes a este órgão de escuta e participação social.Destaca-se que embora, a partir de 2013, esta Ouvidoria tenha absorvido as responsabilidades pela implementação da Lei de Acesso a Informação no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde, tais atribuições foram claramente definidas de modo a favorecer tanto as ações de ouvidoria quanto às referentes ao acesso à informação pública.Após a composição da equipe multidisciplinar, que, inicialmente, contou com dez técnicos, estando hoje com apenas oito, sendo sete de nível superior, dentre eles a ouvidora e um de nível médio, deu-se início a elaboração do diagnóstico situacional, com vistas à apropriação das atribuições e competências inerentes a uma Ouvidoria do SUS. A partir da conclusão deste diagnóstico foram identificadas as necessidades de: (i) revisão dos processos de trabalho

Ampliar a capacidade de atendimento da Ouvidoria municipal, e viabilizar a melhoria das ações inerentes a este órgão de escuta e participação social.

Principal

Laura Marcela do C. Pedroso

A prática foi aplicada em

Manaus

Amazonas

Norte

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Laura Marcela do C. Pedroso

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Teste: verificando o recurso de emissão de certificados
Todos os Estados (Sudeste)
Práticas
Gestão de saúde em Queimadas – PB: uso estratégico da informação no planejamento das ações
Paraíba
Práticas
Implantação e ampliação de Serviço Especializado em município do sertão da Paraíba
Paraíba
Práticas
Gestão de saúde de Cabedelo na implantação da nova lei de licitações: desafios e conquistas
Paraíba
Práticas
Processo de elaboração do Plano Municipal de Saúde 2022-2025- relato de experiência.
Paraíba
Práticas
INFORMATIZAÇÃO DA REGULAÇÃO MUNICIPAL COM A ATENÇÃO PRIMÁRIA COMO COORDENADORA DO CUIDADO
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da implantação de sistema de regulação de exames no Município de mendes.
Rio de Janeiro