Olá,

Visitante

“Morrinhos Contra o Aedes” – Um Relato de Experiência

DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: O projeto “Morrinhos contra o Aedes” foi proposto a partir de uma parceria do poder público e a comunidade, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde. Dentre as ações desenvolvidas destaca-se a formação de um grupo condutor com a participação de diversos setores da administração pública (saúde, educação, limpeza urbana, infraestrutura, comunicação), sociedade civil organizada (Igrejas, Rotary e Maçonaria) e também lideranças comunitárias

Dentre as arboviroses, a dengue constitui um problema de saúde pública que acomete a grande maioria dos municípios no Brasil. A doença é transmitida pela picada do mosquito do gênero Aedes aegypti e a sintomatologia varia de manifestações febris com evolução benigna até a forma mais grave conhecida como Febre Hemorrágica da Dengue

Conclui-se que a adoção de políticas públicas e estratégias de caráter intersetorial, a partir de uma construção coletiva, compartilhada e solidária entre o poder público, a sociedade civil organizada e a comunidade mostra-se como intervenção custo-efetiva para o enfrentamento dos problemas de saúde da população morrinhense. Além disso, o melhor aproveitamento dos recursos públicos e o desenvolvimento sustentável são ações previstas no plano de governo, pautado no compromisso com o bem-estar das pessoas e respeito ao meio ambiente.

Principal

André Luiz Dias Mattos, André Luiz Dias Mattos, Carla Guimarães Alves.

aluizdm@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Morrinhos

Goiás

Centro-Oeste

Instituição

R. Duzentos e Quatorze, 580

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

André Luiz Dias Mattos, André Luiz Dias Mattos, Carla Guimarães Alves.

Conta vinculada

emanoel.filho@fiocruz.br

04 ago 2022

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Laboratorio Vivo Fortalecendo Intersetorialidade na Prevenção das Arboviroses em Junco do Serido/Pb.
Paraíba
Práticas
Vigilancia em Saude e Saúde na Escola: uma Parceria de Sucesso no Municipio de Queimadas-Pb
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Laboratorial do Lacen-Pb: Um Relato de Experiência
Paraíba
Práticas
A Feira Livre de Esperança-Pb: Vigilância Sanitária e As Ações de Prevenção e Combate À Covid-19
Rio de Janeiro
Práticas
Ferramentas Tecnológicas Aplicadas no Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Laboratorial do Lacen-Pb
Paraná
Práticas
Medidas Sanitárias Aplicada ao Controle Datransmissão da Leishmaniose Animal
Paraíba
Práticas
Fortalecimento e Ampliação da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar na Paraíba
Paraíba
Práticas
Covid 19 – Experiência de Enfrentamento das Arboviroses, Combatendo As Endemias Durante a Pandemia
Rio de Janeiro
Práticas
Novas Estratégias para o Monitoramento e a Fiscalização das Práticas de Segurança do Paciente pela Vigilância Sanitária nos Hospitais do Distrito Federal.
Distrito Federal
Práticas
Experiência de Integração Intersetorial no Controle ao Aedes Aegypti e Bloqueio da Doença Chikungunya no Município de Cunha Porã, Sc.
Santa Catarina